Grupo de caminhadas lança documentário sobre túneis da ferrovia em Botucatu

Os integrantes do grupo “Aventureiros do Túnel” não se contentaram apenas com as caminhadas rotineiras pelos trilhos da estrada de ferro que corta Botucatu e produziram um documentário em vídeo. “Eu comecei a fazer caminhadas pelos túneis em 2009 e o grupo foi crescendo. Aí todo mundo vinha conversar comigo sobre isso e algumas pessoas passaram a me entregar fotos antigas e materiais sobre a estrada de ferro. Então, revolvi produzir esse documentário”, contou ao Acontece Botucatu, Antônio Carlos  Santos, o “Nica”.

“Nica”, que já é bastante conhecido pelo museu ferroviário que mantém em sua casa, conseguiu a ajuda de companheiros de caminhada para realizar o projeto. Patrícia Shimabuku foi a responsável pela direção técnica do filme, que tem a duração de 50 minutos.

“Eu revisava tudo, via o que precisava melhorar. Era a diretora chata que pegava no pé para mudar uma letra, uma imagem”, brincou ela. Mas valeu a pena, já que o material que foi apresentado à convidados na segunda-feira, 11, no Cine Nelli, ficou muito bom. A apresentação é recheada de fotos antigas e se completa com depoimentos de um personagem, conhecido como “Tonho do Rolo”, que trabalhou efetivamente na construção dos túneis.

Interessante é que os idealizadores não tem experiência alguma com a produção de vídeo. “Foi tudo na raça, só o operador do “drone” que entende de filmagem. Nós somos leigos, mas fomos motivados pela paixão de produzir esse material”, completou “Nica”.

Trabalharam no projeto, além de “Nica” e Patrícia, os locutores Jean Martins e Vanessa Trovão, Valdemar Bicudo na captação de imagens e Felipe Pereira na operação do “drone”. No dia 13, quarta-feira, haverá uma apresentação aberta ao público, às 20 horas. A entrada é de graça. 

Fotos: André Godinho