Galeria Fórum das Artes realiza exposição “Espaço-Vida”

Na noite da última quinta-feira (27) foi realizada a abertura da exposição “Espaço-Vida: Artistas contemporâneos no acervo da Pinacoteca de São Paulo”, uma realização do Governo do Estado e da Secretaria da Cultura, em parceria com a Prefeitura de Botucatu, o Museu de Arte Contemporânea (MAC) Itajahy Martins e a Pinacoteca do Estado.

A cerimônia foi realizada na Galeria Fórum das Artes. Ela contou com a  presença do secretário de Estado da Cultura, Marcelo Mattos Araújo; prefeito de Botucatu, João Cury Neto; diretor geral da Pinacoteca do Estado, Tadeu Chiarelli; secretário Municipal de Cultura, Osni Ribeiro; diretora do MAC, Claudia Bassetto, além de outras autoridades e público em geral.

A exposição permanecerá na Galeria Fórum das Artes até 14 de fevereiro de 2016. A visitação segue de terça a domingo, das 10 às 18 horas, com entrada até às 17h30. A mostra é gratuita e pretende discutir a questão da violência na relação que se estabelece entre espectador, artista e objeto dentro de um espaço expositivo. 

“Qual o poder que imagens de atos violentos carregam dentro delas? Qual a relação que podemos estabelecer com essas imagens como espectadores de objetos artísticos? Até que ponto seria ético olharmos para essas imagens com esse olhar estético? Até onde a vida pode se colocar no espaço da arte? Essas são algumas questões que estão presentes em maior ou menor grau nas obras escolhidas”, explica o curador da Pinacoteca Giancarlo Hannud, responsável pela mostra. 

Seis obras do acervo da Pinacoteca estão em exposição. Datadas de 1974 a 2012, elas são assinadas por importantes artistas como Carlito Carvalhosa, Dora Longo Bahia, Lia Chaia, Karin Lambrecht, Paulo Nenflidio e Carlos Zilio, cuja obra homônima dá o título à exposição. 

“É interessante pensar que a contaminação da violência proposta por este conjunto de obras acaba por discutir o próprio local da arte no museu, pois, ao infectar um espaço de transição e suspensão como uma galeria, as imagens de violência carregam nelas o caráter essencialmente infeccioso que constitui o olhar obras de arte dentro de um museu”, completa Hannud.

Para o diretor geral da Pinacoteca do Estado, Tadeu Chiarelli, esta exposição é uma bela amostra do que pode vir a ocorrer em Botucatu a partir de 2016 com a inauguração do Fórum das Artes. “Esta exposição com obras do acervo da Pinacoteca do Estado é uma produção contemporânea que possui uma dimensão histórica”, comenta.

O secretário de Cultura de Botucatu, Osni Ribeiro, lembra que em julho passado a Galeria Fórum das Artes completou um ano de atividades. “Esta é a terceira exposição realizado na Galeria Fórum das Artes, a segunda promovida em parceria  com a Pinacoteca do Estado. Já passaram por este local, neste período, mais de três mil pessoas”, informa.

O prefeito João Cury Neto, ressalta que estas exposições dão uma pequena dimensão da importância que é receber uma obra como esta, que é primeira Pinacoteca do  Interior do Estado de São Paulo.

“ Nossa expectativa é inaugurar em abril de 2016 a Pinacoteca junto com o Fórum das Artes e o Museu de Arte Contemporânea Itajahy Martins.  Vamos oferecer um equipamento cultural que é de suma importância para Botucatu e o interior do Estado de São Paulo, vamos irradiar tudo que temos hoje nas grandes capitais para as cidades da nossa região. Esta obra é muito mais do que um prédio, ela traz para Botucatu um conceito de política pública no âmbito cultural,  é proporcionar o acesso à cultura de qualidade para toda população do Estado. Somos muito gratos ao Governo do Estado que irá transformar ainda mais a vida das pessoas de nossa Cidade com a inauguração da Pinacoteca ”, salienta. 

O secretário de Estado da Cultura, Marcelo Mattos Araújo, enfatiza que é uma grande satisfação estar em Botucatu novamente para a abertura de mais uma exposição e realizar uma vistoria técnica nas obras da Pinacoteca.

“Este é um  projeto que está andando de maneira magnífica, um trabalho de extrema qualidade. Botucatu irá inaugurar um equipamento que se tornará referência não só para o Estado, porém também para o âmbito nacional. Esta obra que mostra a  concretização de uma parceria fundamental realizada entre Governo do Estado e a Prefeitura de Botucatu”, comenta.