Frota ministra palestra sobre inclusão social nesta segunda

Nesta segunda-feira (4), a Secretaria Municipal de Educação promove no auditório do Colégio Santa Marcelina, a partir das 19h30, a palestra “Superação”, ministrada pelo ator Marcos Frota. A mesma faz parte do projeto “Circo: Um Mundo Para Todos”.

Trata-se de uma atividade que visa mostrar ao público como o circo proporciona um caminho pelos direitos dos portadores de deficiência, ao mesmo tempo em que leva um exemplo real de cidadania. Assim, Frota falará sobre temas como inclusão social, superação, motivação, espiritualidade e casos de sucesso da Universidade Livre do Circo no Brasil (Unicirco).

Em Botucatu, o evento será aberto a educadores e demais públicos que trabalham na área de inclusão social. A Assessoria Especial em Políticas de Inclusão Social da Prefeitura também estará presente.

Segundo a secretária adjunta de Educação, Vânia Cristina Fioravante, o evento contribuirá para um maior estímulo, por exemplo, na inclusão de alunos especiais nas salas de aula. “Será um grande desafio, tanto para os professores quanto para os próprios alunos, que terão a oportunidade de superar seus limites e mostrar que são capazes de ultrapassar fronteiras”, argumenta.

{n}“Circo: Um Mundo Para Todos”{/n}

Com o desenvolvimento de um documentário, criação de livro infantil e palestras, o projeto “Circo: Um Mundo Para Todos” pretende despertar o interesse pela cultura circense e valorizar a inclusão social de pessoas com necessidades especiais e o respeito ? diversidade. Além disso, visa mostrar o mundo mágico do circo, bem como suas formas de expressão como instrumentos para a superação das dificuldades dos deficientes físicos.

A produção cinematográfica de média metragem conta com a participação especial de Marcos Frota, João Carlos Martins, Lars Grael e Herbert Viana. O filme será exibido em festivais de cinema e terá seis mil cópias, em formato DVD, doadas para escolas, bibliotecas e entidades que cuidam de pessoas com deficiência. Também serão distribuídos, de forma gratuita, três mil exemplares para escolas e entidades sociais.