Francisco Marins é exaltado na Rússia e Hungria

Artigo da escritora Agnes Cretella sobre episódio ocorrido na Rússia referente ao escritor Francisco Marins valoriza a posição do autor botucatuense em plano internacional. Agnes Cretella, esposa do acadêmico e escritor José Cretella Jr. é uma das maiores tradutoras do Brasil, especialmente de obras clássicas Greco-romanas.

O artigo da escritora é descrição de episódio ocorrido com o casal na Hungria e Rússia e resume a abrangência do escritor em plano internacional. Surpreendentemente foi também traduzido e publicado na África do Sul.

O escritor Francisco Marins, que um crítico nomeou de “pernas longas” tem livros traduzidos em 15 idiomas sendo os principais em inglês, italiano e espanhol. É autor da série de livros infanto-juvenis, assim como de romances de caráter histórico, tendo por cenário o interior do Brasil durante a época de seu desbravamento.

Vendeu mais de cinco milhões de livros e seu nome foi incluído na coleção européia Delfin onde só figuram os chamados clássicos da literatura mundial para a juventude. Entre tantos países sinalizam-se: Coreano, Inglês, Italiano e África do Sul (dialeto) etc.

Na biografia do Francisco Marins há de se destacar ainda a sua inclusão como representante do Brasil ao prêmio Hans Christian Andersen uma espécie de Nobel das letras para juventude e de artigo bibliográfico na Enciclopédia Oxford.