Formatura do Patrulha da Paz será nesta terça-feira

O programa promove encontros quinzenais ministrados pelos guardas Nóbrega e Lazarini sob a coordenação da inspetora Cinthia que aplicam aulas teóricas para os estudantes na faixa etária entre 9 e 11 anos

 

A Secretaria Municipal de Segurança e Direitos Humanos e a Guarda Civil Municipal  (GCM) realizam na manhã da próxima terça-feira (17), no anfiteatro do Colégio La Salle, a partir das 9 horas, a formatura dos alunos das escolas municipais que participaram do programa Patrulha da Paz durante o ano de 2015. 

O evento contará com a presença do prefeito João Cury Neto; do secretário municipal de Segurança e Direitos Humanos,  delegado Adjair de Campos; do comandante da GCM, Sérgio Luís Bavia; além de outras autoridades, pais e familiares dos alunos.  

O Patrulha da Paz promove encontros quinzenais ministrados pelos guardas Nóbrega e Lazarini sob a coordenação da inspetora Cinthia. Eles são responsáveis por aplicar aulas teóricas para os estudantes na faixa etária entre 9 e 11 anos. No início do ano foram distribuídas cartilhas do programa que auxiliam o aprendizado teórico. Como complemento, são promovidas aulas práticas que contam com a parceria de órgãos públicos. 

Vários parceiros contribuem para a realização das atividades práticas. O Poupatempo é responsável pelos trabalhos sobre Cidadania e Civismo. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) desenvolve o tema Pequenos Acidentes Domésticos, enquanto a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semutran) coordena exercícios relacionados ao Trânsito Seguro. Já o Gape (Grupo de Ações Preventivas Especiais) ministra aulas didáticas e práticas de Combate às Drogas. Os temas Ordem Unida (que consiste em um treinamento para os desfiles cívicos) e História da GCM ficam por conta da própria Guarda Civil Municipal. 

Além disso, os alunos participantes realizam duas avaliações sobre os temas ensinados ao longo do ano letivo, que tem início em março e término em novembro.  Os estudantes ainda são avaliados em outros quesitos como: cuidados com a apostila, comportamento e quantidade de faltas. Tudo isso é somado e levado em conta ao final de cada ano, determinando os vencedores.

 

Histórico da Patrulha da Paz

O projeto teve início em 2010, quando a GCM apadrinhou um projeto embrião já existente na Emef Professor José Antonio Sartori (Jd. Eldorado). Naquele ano, a Patrulha da Paz contou com a participação de 150 alunos, da escola Sartori e Raymundo Cintra (Vitoriana). Já em 2011 foram firmadas as matérias que são ministradas até hoje. 

Com o passar dos anos, os responsáveis pelo projeto, também moldaram suas aulas e matérias, além do material didático. Em conjunto com parceiros, expandiram este modelo, que em 2014 atingiu 750 estudantes de dez escolas de Botucatu.