Estado doa acervo do Museu Histórico e Pedagógico ‘Francisco Blasi’ para Botucatu

acervo-do-museu-historico-e-pedagogico-francisco-blasi-foto-igor-medeiros-26-customA Câmara Municipal de Botucatu sediou na noite da última terça-feira (13) uma importante Audiência Pública que tratou da oficialização da doação dos bens do Museu Histórico e Pedagógico “Francisco Blasi” do Estado de São Paulo para o patrimônio municipal. O encontro contou com autoridades relacionadas ao tema e com um representante da secretaria de Cultura do Estado. Desfecho será favorável ao Município.

Participaram do encontro, o atual secretário municipal de Cultura, Osni Ribeiro, a diretora de Patrimônio da secretaria municipal de Cultura, Claudia Bassetto, o diretor do Grupo Técnico de Coordenação do Sistema Estadual de Museus da Secretaria de Estado da Cultura, Davidson Panis Kaseker, diversos representantes da sociedade civil e de entidades relacionadas à cultura e vereadores.

Todo o encontro foi pautado pelo histórico processo de municipalização do referido museu, que agora caminha para seu final. A realização da Audiência Pública obedece ao que determina o trâmite legal para a cessão dos bens ao patrimônio do Município. Agora, cabe à secretaria estadual preparar uma ata oficial do encontro realizado em Botucatu, com a assinatura de todos os presentes, para dar prosseguimento à ação.

Sobre o museu

acervo-do-museu-historico-e-pedagogico-francisco-blasi-foto-igor-medeiros-31-custom-customTrata-se de um museu estadual, criado em 1963, com o nome de Museu Histórico e Pedagógico “Padre Vicente Pires da Mota”. Apenas em dezembro de 1989 o nome foi alterado  para Museu Histórico e Pedagógico Francisco Blasi, entusiasta do museu e doador das primeiras peças de seu acervo.

O museu foi fechado em 2001 e atualmente, o acervo, que conta com 756 objetos variados e mais de 15 mil documentos, fotos e jornais, está acondicionado no Espaço Cultural – “Dr. Antonio Gabriel Marão”. Todas as peças foram higienizadas, recuperadas e inventariadas.

“Estamos trabalhando na municipalização do Museu Histórico desde 2011. Concluímos todas as etapas de construção de planos museológico e museográfico, minutas de lei de criação municipal, política de acervo e regimento interno. Após todas esses procedimentos, o prefeito João Cury oficiou ao Estado manifestando o seu interesse. Agora poderemos finalmente preparar sua reabertura ao público, em espaço próprio e definitivo no complexo do Espaço Cultural”, informa o secretário municipal de Cultura, Osni Ribeiro.