Estação Ferroviária de Botucatu inspira tema de filme

Um grupo de estudantes de cinema da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) de São Paulo, estará em Botucatu, entre os dias 23 a 29 de abril realizando filmagens na antiga estação ferroviária da Estrada de Ferro Sorocabana (EFS), com apoio da Prefeitura Municipal.

O grupo pretende vir ? cidade com uma equipe de 25 alunos e três atores, incluindo Isabel Wilker (filha do ator José Wilker) e Ênio Gonçalves. O filme será rodado em película 35mm e conta a história de dois jovens nos dias de hoje que não se conformam com a complacência da sua era e buscam no espírito revolucionário dos anos 60 um referência para canalizar sua inquietude e revolta.

A ação que acontece dentro da estação é a parte central do filme, onde os dois jovens interagem e se deparam com um homem misterioso que representa uma força maior, cuja missão é desmotivá-los e destruir seus sonhos revolucionários e deseja instaurar a conformidade nos dois.

“Essa temática surgiu de um sentimento real e nada distanciado dos seus autores”, enfoca Taís Okamura, uma das estudantes que faz parte do projeto. Segundo ela, “a intenção do filme é criar um retrato pessimista e desesperançoso da geração de seus realizadores (em seus vinte e poucos anos no momento): uma geração incapaz de criar referências e objetivos próprios, uma geração vazia de significado em seu extremo”.

Além disso, vislumbra Okamura, filmaremos cenas em São Paulo, Ubatuba e Paulínia. “O processo de caracterização do espaço se iniciará uma semana antes com a colaboração de um grupo de artistas locais”, diz a estudante. “Os filmes da FAAP tem uma projeção nacional e internacional bem bacana, participamos de festivais no mundo inteiro e de todos os grandes festivais nacionais”, acrescenta.

Para finalizar, Taís Okamura salienta que, depois de dois anos de carreira (a partir da finalização), os filmes são disponibilizados via internet em sites como o “Porta-Curtas” e, consequentemente, em domínios como VIMEO e Youtube.