Escolinha da Semutran busca prêmios nacional e estadual

O projeto da Escolinha de Trânsito de Botucatu, de iniciativa da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semutran), está classificado para a final de dois importantes prêmios: o 14º Prêmio de Educação para o Trânsito do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e o 11º Prêmio Mário Covas. A Escolinha de Trânsito está em atividades desde o dia 12 de dezembro de 2012. Hoje ela chega a receber, por mês, mais de 500 alunos do 3º e 4º ano do Ensino Fundamental, que são acompanhados pela Guarda Civil Municipal e Policia Militar. 

O espaço recria uma “mini-cidade” e reproduz às crianças situações que elas poderiam vivenciar no trânsito, seja como pedestre ou condutor de algum veículo. Faixas de pedestre, placas de trânsito e até um semáforo compõe o cenário, que busca conscientizar o público infantil sobre as regras de trânsito. 

As atividades realizadas na escolinha ainda convergem com outras iniciativas de educação no trânsito da própria Semutran, como o “Se Essa Rua Fosse Minha”, no qual alunos, pais e professores recebem kits com livros e outros materiais educativos para serem trabalhados dentro e fora da sala de aula. Em cinco anos, ele já atingiu mais de 18 mil alunos no Município.

“A Escolinha de Trânsito é um sonho que se tornou realidade, e que pouquíssimas cidades do País se propõem a fazer. Isso porque acreditamos que a saída para um trânsito mais seguro, além dos investimentos em sinalizações e fiscalização, está inevitavelmente atrelada à educação dos motoristas. Por isso, nada melhor do que plantar esta semente nos nossos futuros condutores, que saem da Escolinha muito mais conscientes e multiplicadores dessa ideia”, argumenta o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Vicente Ferraudo.

 

Sobre os prêmios

O Prêmio Denatran faz parte das ações realizadas pelo Ministério das Cidades, cujo intuito é contribuir com a Década Mundial de Ações para Segurança no Trânsito na diminuição dos números alarmantes de pessoas que perdem a vida em acidentes de trânsito. Neste prêmio, a Escolinha de Trânsito participa na categoria “Educação no Trânsito” ao lado de mais de 40 projetos classificados de todo o Brasil. A premiação aos três primeiros colocados varia de R$ 3 mil a R$ 8 mil, que deverão ser investidos no próprio projeto. A data provável para divulgação dos resultados é 15 de novembro se dará através do site www.denatran.gov.br.

Já o Prêmio Mário Covas busca reconhecer no Estado de São Paulo ações inovadoras que introduzam ou aprimorem uma prática que gere melhorias nos processos organizacionais, na prestação de serviços públicos, ou, ainda, em uma política pública. Neste caso, o projeto da Escolinha de Trânsito de Botucatu participa na categoria “Inovação em Gestão Municipal” ao lado de outros nove projetos da temática “Políticas Públicas” [entre eles também está outro projeto da Prefeitura de Botucatu, o site Observatório da Educação – Educatu]. Data, local e horário da premiação ainda não foram definidos, mas serão divulgados no site www.premiomariocovas.sp.gov.br.