Escola em Vitoriana é entregue após reformas

A  comunidade do Distrito de Vitoriana  esteve presente à solenidade de entrega das obras de reforma e revitalização da Escola Professor Raymundo Cintra. Unidade está sob a gestão compartilhada entre o Governo Estadual e Municipal.

O evento contou com a presença do prefeito de Botucatu, João Cury Neto; vice-prefeito Antonio Luiz Caldas Junior; secretária de Educação, Alessandra Lucchesi de Oliveira; vereadores Isaias Colino, e André Rogério Barbosa (Curumim), além de diversas autoridades locais, educadores da rede municipal e estadual, pais e alunos.

A cerimônia teve momentos de pura emoção, como quando em sua fala, a secretária Alessandra Lucchesi fez questão de chamar à frente do palco a Sra. Sebastiana Pereira Costa, ex-gestora da escola Raymundo Cintra e também sua diretora quando foi professora nesta escola. Outro momento marcante foi a homenagem ao ex-vereador José Francisco dos Santos (Dadá), que recebeu do prefeito João Cury Neto uma placa pelos relevantes serviços prestados ao distrito de Vitoriana. 

Para Alessandra Lucchesi a reforma teve  sabor de mais um dever cumprido: “É uma alegria trazer esse presente pra essa comunidade que esperou, durante dois anos em uma situação de adaptação, com salas de aula melhor adequadas, corredores largos, escadas corretamente planejadas, pátio coberto, biblioteca, salas administrativas para cada setor, tanto estadual quanto municipal”, detalha.

Segundo o Prefeito João Cury, o compromisso do governo não era apenas assumir a gestão com a municipalização, mas também fazer uma verdadeira transformação nas escolas que estavam em precaríssimas situação de uso. 

“Quando assumimos a Raymundo Cintra, constatamos muitos problemas. Os professores não tinham sala e uma área administrativa, as crianças não tinham um pátio coberto para brincar nos dias de chuva, enfim, uma situação muito ruim que afetava inclusive a qualidade do ensino. E essa é a nossa responsabilidade: criar as condições para que os profissionais da Educação atuem de forma a melhorar os indicadores e as crianças terem melhores condições de aprendizado. Aqui em Vitoriana nós tivemos esse desafio”, comenta.

  A Raymundo Cintra é a quarta escola reformada em Botucatu, dentro do grupo de cinco que foram municipalizadas em 2010 junto ao Estado. As três primeiras já entregues foram a Francisco Guedelha (Parque Marajoara), Martinho Nogueira (Boa Vista) e Américo Virgilio dos Santos (Vila Santana).  Já as obras na escola Paulo Guimarães, no Jardim Brasil, têm previsão de entrega para o segundo semestre deste ano.  Somados, os investimentos nestas cinco escolas passarão dos R$ 3 milhões, recursos provenientes do Governo do Estado.

 

Serviços realizados

As obras de reforma da escola consistiram em: pintura externa e interna da escola; pintura da quadra; grade de proteção das janelas; faixas de proteção em MDF; reparo dos vidros das janelas; manutenção das portas; bebedouro coletivo; abrigo de lixo; abrigo de gás; abrigo de resíduos recicláveis; setorização em eletro fundido e alambrado; postes de iluminação; execução das instalações elétricas; quadro de distribuição de energia; revestimento cerâmico nas secretarias; adequação do sanitário para portadores de mobilidade física reduzida; reforma em sanitários existentes; reforma do telhado; instalação de sinalização de saída de emergência; fechamento em alambrado ao redor da escola; execução de piso de granilite; passeio em concreto; plantio de grama; instalações hidráulicas; corrimão e reforma da cozinha.

Além disso, com recursos próprios do Município no valor de R$ 193.800,56, foram construídas mais duas salas de aula, ampliação do refeitório, passeio em concreto e drenagem das águas pluviais.

Hoje, a unidade escolar conta com quadra coberta, 10 salas de aula; biblioteca, sala de professores, cozinha, despensa, refeitório, almoxarifado, duas secretarias, duas salas de direção e coordenação, banheiros para alunos e banheiros para funcionários. Um investimento na ordem de um milhão de reais, visando à qualidade de infraestrutura.

Atualmente, a escola municipal abriga cerca de 220 alunos, do 1º ao 5º ano (Ensino Fundamental I) no período da manhã. Já pelo Governo do Estado são atendidos outros cerca de 300 alunos do 6º ao 9º ano (Ensino Fundamental II) e do 1º ao 3º ano [Ensino Médio], nos períodos da tarde e noite. As duas escolas atendem aos estudantes residentes em Vitoriana e dos bairros Porto Said, Rio Bonito, Mina, Alvorada da Barra, e diversas fazendas da região.