Duo Calavento estará no Festival de Inverno na quinta

Nesta quinta-feira (24), o Duo Calavento (foto) será a grande atração do Festival de Inverno de Botucatu 2014. A apresentação será às 20h30, no Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci. Os ingressos gratuitos podem retirados na bilheteria do próprio teatro na mesma data do espetáculo a partir das 13 horas, limitados a dois por pessoa.

O Duo Calavento tem sonoridade única. Ao explorar diferentes técnicas e recursos musicais, Diogo Carvalho (violão) e Leonardo Padovani (violino) desconstroem as imagens desses instrumentos, associados quase sempre ou à música popular ou à erudita, como se não pudessem soar juntos.

Calavento é a palavra criada pelo duo para definir sua arte. O cata-vento é símbolo de alegria, movimento, luz, cor e flexibilidade, o que nos remete à música e ao espírito dos dois músicos. O calar traduz a expressividade da música em seu nível mais profundo – quando ela nos cala fundo, em nosso âmago – e resgata a presença do silêncio, sem o qual não há sons nem música.

Os músicos compõem e escolhem seu repertório inspirados no universo das impressões. O ponto de partida é uma imagem, paisagem, sensação, ideia, que se transformam em retratos musicais. A obra Ponte das Cordas nos leva ao interior do Brasil, à vastidão do planalto central, ao som do berrante, ao gado em movimento. Suíte da Sogra é um desenho quase tragicômico do cotidiano. Bangzália (Tom Jobim) apresenta os pampas brasileiros de forma sublime.

O duo não está preso a um estilo ou ritmo específico cada paisagem, ideia ou obra terá seu caminho próprio, seja pelo baião ou pelo minueto. Essa linguagem musical apresenta ao grande público uma arte complexa e refinada.

O reconhecimento veio com o Primeiro Prêmio no Festival Botucanto Instrumental 2009, conquistado pelo duo com a obra autoral Janela do Sol, e se estendeu com os aplausos recebidos em apresentações na Alemanha, Itália e em diversas cidades do Brasil.

O concerto é conduzido com viés teatral: a simples audição das músicas não basta. Diogo Carvalho e Leonardo Padovani assumem a atmosfera que cada obra convoca, contam histórias e comentam o repertório. Expressividade verbal e corporal se unem ao violão e ao violino.

 

Festival

 

O Festival de Inverno 2014 é promovido pela Prefeitura de Botucatu, por meio da Secretaria de Cultura e traz dez apresentações no Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci. Os shows gratuitos serão realizados até o dia 27 de julho e os ingressos para cada apresentação serão liberados no mesmo dia dos espetáculos na bilheteria do teatro, a partir das 13 horas, limitados a dois por pessoa.

 

Programação

 

Dia 24 (quinta-feira) – 20h30

Duo Calavento (Diogo Carvalho – violão & Leonardo Padovani – violino)

O violino é o instrumento lírico por excelência. O violão é o instrumento mais popular do mundo. O Duo Calavento conduz essa combinação rara em composições e arranjos que surpreendem, num concerto com viés teatral: os artistas contam histórias, comentam o repertório e assumem a atmosfera que cada obra evoca. Com sua sonoridade única e ao explorar diferentes técnicas e recursos musicais, Diogo Carvalho (violão) e Leonardo Padovani (violino) desconstroem as imagens de seus instrumentos, associados quase sempre ou à música popular ou à erudita, como se não pudessem soar juntos, mas eles soam e muito bem.

 

Dia 25 (sexta-feira) – 20h30

Bianca Gismonti Trio

Em seu show "Sonhos de Nascimento", Bianca traz ao ouvinte o frescor de suas composições autorais em uma linguagem que mescla os gêneros Instrumental, MPB e Jazz e algumas letras inspiradas ouvidas em sua bela voz.. Filha do renomado Egberto Gismonti, Bianca encontra sua expressão máxima ao piano, e neste show une-se ao grupo formado pelo seu marido, o baterista Julio Falavigna, mais o baixo de Toninho Porto. O resultado se traduz em uma vibrante brasilidade, com músicas que transitam desde o Maracatú até baladas.

 

Dia 26 (sábado) – 20h30

Victor por Vitor – Um sax brasileiro

Quando Victor Assis Brasil, um dos maiores nomes da músicas brasileira, morreu, Dona Elba, sua mãe, manteve fechadas duas malas que encontrou no quarto do filho. Em 1988, quando o irmão João Carlos Assis Brasil, deixou o apartamento da Marquês de Abrantes, Dona Elba, entregou-lhe as malas. Um dia, João Carlos resolveu abrí-las e deparou com mais de quatrocentas composições inéditas. Vitor Alcantara e banda, outro grande nome do cenário da música instrumental, nos brinda com esse show que traz algumas musicas desse tesouro.

 

Dia 27 (domingo) – 20 horas

Orquestra Sinfônica Municipal de Botucatu

 

A OSMB, criada em 1986, tem como regente titular o Maestro Marcos Virmond e é o maior grupo sinfônico de nossa região. Apresenta-se com frequência em Botucatu e em cidades que compõe o Polo Cuesta nas solenidades oficiais e concertos abertos. Participou do Festival Campos das Artes em Campos do Jordão e teve concerto veiculado pela BBC de Londres para mais de 400 países no Dia Mundial de Combate à Dor. Tocou na Sala São Paulo, a maior sala de concertos da América Latina. Possui repertório vasto que agrada os mais diferentes públicos e leva a música de concerto para teatros, praças, escolas, hospitais, promovendo a formação de novas plateias e a democratização da música sinfônica.