Docentes da FMVZ assinam obra sobre animais selvagens

Três professores da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Unesp, câmpus de Botucatu participam como autores ou coautores de capítulos da segunda edição do “Tratado de Animais Selvagens – Medicina Veterinária”, lançado em outubro pela editora Gen/Roca.

Atualmente, o livro é a principal fonte de consulta e apoio em língua portuguesa para estudantes, técnicos, profissionais e pesquisadores envolvidos com a medicina veterinária de animais selvagens. Trata-se de uma obra abrangente e generalista que apresenta 134 capítulos, dispostos em 11 seções.

A professora Elizabeth Moreira dos Santos Schmidt, do Departamento de Clínica Veterinária, é autora do capítulo “Patologia Clínica em Aves” e coautora do capítulo “Rodentia – Roedores Selvagens (Capivara, Cutia, Paca e Ouriço)”. Jane Megid, docente do Departamento de Higiene Veterinária e Saúde Pública, é autora de “Raiva- Novas abordagens” e o professor Luiz Carlos Vulcano, do Departamento de Reprodução Animal e Radiologia Veterinária, coautor do capítulo “Tomografia Computadorizada”.

A obra, editada por Zalmir Silvano Cubas, Jean Carlos Ramos Silva e José Luiz Catão-Dias, tem apresentação do recentemente falecido professor Murray E. Fowler, da Universidade de Davis/EUA, profissional pioneiro na formação de tantos médicos veterinários de animais selvagens. “Não há dúvida de que a Medicina Veterinária de animais selvagens tem crescido de forma exponencial em todo o mundo e, agora, os colegas brasileiros terão ao seu alcance mais essa importante obra, repleta de informações”, escreve Fowler.

Para a professora Elizabeth Schmidt, a participação no livro é importante para auxiliar na difusão das informações sobre o tema. “É uma obra que engloba a medicina veterinária, com ênfase na fauna brasileira. Reúne especialistas do país inteiro e oferece um material de qualidade para alunos e pesquisadores. Além disso, é uma possibilidade para colocarmos nosso conhecimento à disposição da comunidade acadêmica e dos clínicos veterinários que trabalham para a conservação e preservação da fauna”.