Docente do Senac explana a sobrevivência empresarial

Por uma série de fatores ou equívocos, o gestor pode se ver diante da difícil decisão de‘fechar as portas’. No Brasil, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE),a mortalidade empresarial é comum.

De acordo com a pesquisa, divulgada em setembro, mais da metade das empresas abertas em 2009 não conseguiram completar quatro anos.“Os fatores que podem levar as pequenas empresas ao insucesso são falta de cliente e capital de giro, além da elevada carga tributária”, afirma Rafael Campos, docente da área de gestão e negócios do Senac Botucatu.

O alto índice de mortalidade empresarial, segundo o docente, também se relaciona com o mau planejamento. “É muito importante, para evitar ‘surpresas’,conhecer bem o ramo no qual se pretende atuar, procurar se diferenciar da concorrência e fazer um bom planejamento financeiro”.

E, antes de tudo, é preciso buscar conhecimento. “Verifique o que você sabe sobre o empreendimento que pretende montar. Determinação e perseverança são características fundamentais para o sucesso de um empreendimento”, explica o docente.

O próximo passo é a elaboração de um plano de negócios. Para ajudar no direcionamento e evitar lacunas, a dica é ter na ‘ponta da língua’ as respostas para um check-list.Em primeiro lugar saiba qual é o objetivo do negócio.

As próximas respostas devem vir dos seguintes questionamentos: do que se trata o produto e/ou serviço que pretendo vender?Conheço meus possíveis clientes? Quem será a concorrência e fornecedor? Qual será meu diferencial competitivo? Qual o valor total de investimento para abertura do meu empreendimento?

Segundo o docente, ‘gastar’ tempo na busca dessas respostas tem o poder de evitar complicações no futuro, além de dar segurança ao investimento. No entanto, se o negócio, mesmo sem o plano, já estiver em funcionamento e os problemas começarem a surgir, como o gestor pode reverter esse quadro?  “Em primeiro lugar é preciso fazer um controle da movimentação financeira, analisando entradas e saídas de dinheiro, fazendo uma previsão de contas a pagar e contas a receber”, indica. “Procure oferecer um atendimento personalizado para se diferenciar da concorrência”, finaliza o docente.

Aos interessados em conhecer outras técnicas de gestão empresarial, o Senac Botucatu oferece o curso Noções de Como Administrar Pequenas e Médias Empresas. Informações sobre inscrição podem ser obtidas na própria unidade, localizada na rua Dr. Rafael Sampaio, 85, no bairro Boa Vista, pelo telefone (14) 3112-1150 ou no Portal Senac:www.sp.senac.br/botucatu.