Coral Municipal fecha o ano com apresentação de gala

                                                         Fotos: Bruno Cesar Miranda Barreira

Maestrina Marcia Furrier Guedelha Blasi, comandou  22 sopranos, 12 contraltos, 9 tenores e 12 baixos, com solos de Neiza Léia Tavares, João Conrado Koller, José Joaquim Titon Ranzani e Marcio Rangel da Silva
 

Com o apoio da Prefeitura Municipal de Botucatu, através da Secretaria da Cultura e da Igreja Presbiteriana Independente Central, o Coral Municipal de Botucatu apresentou-se no Teatro Municipal Camilo Fernandez Dinucci, em grande estilo com o espetáculo musical “Um momento glorioso” baseado no musical de Max Lucado e foi criado por Tom Fettke. Antes de encerrar a participação anual noTeatro Municipal o coral também fez apresentação na  Igreja Presbiteriana Central, Capela do Seminário Diocesano e Igreja Presbiteriana Maranata.

Apresentação encerrou az temporada anual do coral que tem como  maestrina, a professora Márcia Furrier Guedelha Blasi, que fez uma regência de ficar para a história ao comandar  22 sopranos, 12 contraltos, 9 tenores e 12 baixos. Fizeram solos Neiza Léia Tavares, João Conrado Koller, José Joaquim Titon Ranzani e Marcio Rangel da Silva.

Participaram três corais: Cidade de Botucatu, Reverendo Francisco Guedelha e Canaã, que juntos compuseram um conjunto harmonioso de vozes. O repertório foi bastante diversificado e o que chamou a atenção foram as narrativas em forma de oratórias decoradas e não lidas, isso deu um toque especial no evento.  O coral fechou com chave de ouro seu ano, depois de fazer o mesmo espetáculo por quatro vezes em diferentes locais na cidade.

Durante a apresentação foram executadas as músicas: “No princípio”, solistas Neiza Léia e Marcio Rangel;  “Um rei na pequena vila”, narradora Joelma Martin; “De um pai a outro pai”, narrador e solista Joaquim Ranzani; “Oração de Maria”, narradora Débora Guedelha Blasi; “Uma noite diferente”, grupo de vozes sopranos e contraltos e narradora Greicy Mara Mengue Feniman De Stefano; “Chegou a luz”, narração de José Alexandre da Silva Leal; e  “Quero ver a salvação”, que teve como solista João Conrado e narradora Joelma Martin.

Presente ao evento o maestro Bruno Cesar Miranda Barreira fez sua avaliação. “Prova incontestável de que quando valorizamos nossos artistas o público da cidade valoriza e aprecia. O Coral Municipal de Botucatu fechou com chave de ouro os eventos de Cultura da Cidade neste ano. Parabéns grande Maestrina botucatuense Márcia Blasi e integrantes botucatuenses do maravilhoso Coral Municipal”.

O Coral de Botucatu foi criado por lei municipal em 25 de novembro de 1987 pelo então prefeito Antonio Jamil Cury e a secretária de Cultura Maria Amélia Blasi Toledo Piza. Já foram seus regentes Arlete Bravo Nogueira e Vital Walter de Oliveira Filho. Desde 1992 está sob a regência de Márcia Furrier Guedelha Blasi.

Por:  Marlene Caminhoto