Convênio garante R$ 1,3 milhão para projeto do Espaço Cultural

Um projeto elaborado em 1966, só agora poderá ser completado, por conta de mais uma parceria firmada entre a Prefeitura de Botucatu e o Governo do Estado de São Paulo. Na tarde da última terça-feira (28), o prefeito João Cury Neto esteve na capital paulista para assinatura do convênio que permitirá a ampliação e adequação do Espaço Cultural “Dr. Antonio Gabriel Marão”, localizado na Avenida Dom Lúcio. A informação veio da Secretaria de Comunicação.

A obra, assinada por Nadir Mezerani, um dos mais renomados arquitetos do país, nunca chegou a ser finalizada. E agora, 44 anos depois, finalmente isso ocorrerá. A proposta formulada pelo Executivo Municipal recebeu aval do secretário de Estado da Cultura, Andrea Matarazzo, pelo fato de dotar um dos principais espaços públicos da cidade das condições adequadas para promoção de atividades e eventos de caráter cultural.

Hoje, o Espaço Cultural sedia, com algumas limitações em suas instalações, programas, equipamentos e a sede administrativa da Secretaria Municipal de Cultura. Construído em 1967, o conjunto de prédios seguiu conceitos avançados e tinha como principal finalidade a instalação de uma escola de educação infantil nos moldes das “escolas parque” implantadas por Mário de Andrade, em São Paulo.
“As obras não foram finalizadas por ocasião de mudança de governo e desde então os prédios são utilizados sem a ideal conclusão proposta. Fico feliz em saber que, mesmo tanto depois, nosso projeto será completado”, afirma Mezerani, que acompanhou a assinatura do convênio.

O projeto, além de proporcionar o acabamento adequado dos prédios já em utilização, prevê a revitalização do espaço e a instalação de novos equipamentos públicos vinculados ? Secretaria Municipal de Cultura, mantendo ainda área livre para a realização de eventos.

O ‘novo’ Espaço Cultural , quando completo, comportará o Museu de Arte Contemporânea (MAC) “Itajahy Martins”, área de convivência do MAC, Museu Histórico e Pedagógico “Dr. Francisco Blasi”, Biblioteca Municipal “Dr. Emílio Peduti”, Espaço On line, Centro de Formação Cultural e Artística para o Projeto Guri e Oficinas, sede administrativa da Secretaria Municipal de Cultura, Auditório, ampla área de estacionamento reversível para arena de eventos. O projeto contempla ainda total acessibilidade.

As edificações já existentes receberão impermeabilização, restauro do piso, novas instalações elétricas e pintura. Haverá construção de quatro novos conjuntos de sanitários e quatro novos módulos, sendo um deles com dois pavimentos para a instalação do Museu Histórico, sede administrativa da secretaria e Biblioteca Municipal.

“A concentração de diversos equipamentos culturais em um único espaço, facilita a gestão e o acesso da população para sua utilização. Será a consolidação da identidade cultural de um espaço privilegiado, no centro da cidade”, comemora o prefeito João Cury.

O convênio assinado é da ordem de R$ 1.318.020, cabendo R$ 1.056.000,00 ao Estado e R$ 262.020,00 ao município. A expectativa é que as obras sejam executadas em pouco mais de um ano.

{n}Galerias{/n}

Na Secretaria de Saneamento e Energia, o prefeito João Cury assinou um convênio, no valor de R$ 700 mil que prevê investimentos em infra-estrutura. Através de parceria com o DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica), os recursos serão utilizados para a construção de galerias de águas pluviais.