Coletânea Literária traz poesias de 72 poetas da Cidade

Um grande público prestigiou a festa realizada na noite desta sexta-feira (28) na sede do Círculo dos Trabalhadores Cristãos de Botucatu, que está instalada na região do Bairro Alto, com o lançamento da Coletânea Literária 2011, que nesta sua nova edição contou com a participação de 72 poetas da Cidade.

O livro com suas 197 páginas foi organizado pela Associação dos Poetas e Escritores de Botucatu (APEB) e tem o prefácio assinado por Luiz Coronel, que fez um apanhado interessante da obra, homenageando os poetas que fazem parte da coletânea e a apresentação foi assinada pelo poeta e empresário José Eduardo Mendes Camargo. O mestre de cerimônia foi Mário Carula, que fez a apresentação das atividades que foram programadas.

A poetiza Jenifer de Almeida Donida, presidente da APEB, revela que desde a primeira edição da coletânea lançada em 2001, o objetivo é valorizar o trabalho dos poetas da Cidade. Diz que a cada ano que passa a coletânea agrega novos poetas que tem a oportunidade de mostrar seu trabalho. A coletânea chega ao seu 10º livro.

“Estou muito emocionada com o lançamento de mais esta edição. É mais um filho que nasce. Esse novo trabalho tem poesias lindíssimas, escritas por pessoas de grande sensibilidade. Só posso agradecer de coração a todos aqueles que, de alguma forma, contribuíram para que esse trabalho fosse lançado, nos dando apoio cultural.”, colocou Donida, lembrando que o livro pode ser adquirido nas livrarias e bancas de jornais e revistas da Cidade.

O prefeito João Cury Neto esteve presente ao evento e surpreendeu a todos declamando o “Soneto da Fidelidade”, uma obra prima escrita por Vinícius de Moraes, tendo como fundo musical a canção “Eu sei que vou te amar”, com letra de Vinícius de Moraes e música de Tom Jobim, tocada pelo trio de músicos: André Sanfoneiro, André Moreira e Fernanda Leonel Corrêa.

“É muito gratificante estar aqui hoje prestigiando o lançamento desse livro onde os autores se expressam dividindo com a gente suas emoções, seus sonhos, seus sentimentos. Sabemos que não é fácil reunir tantos autores talentos numa só obra, que nos toca, profundamente. Por isso, APEB está de parabéns, por mais esta edição que recomendo e tenho orgulho de ter sido parceiro”, discursou Cury.

Fotos: Valéria Cuter