Clube da cidade está oferecendo aulas de hip hop

A Associação Atlética Botucatuense (AAB) oferece a partir desta terça-feira, dia 4, mais uma atividade para seus sócios. O clube passa a oferecer aulas de hip hop com o professor Robison Amaro dos Santos. As aulas serão ministradas às terças feiras, das 19h30 as 20h30, no salão social 1. Os interessados devem procurar a Secretaria de Esportes. Mais informações 3882-1866.

O professor de Breaking atuou vários anos no Projeto Escola da Família (2001 a 2006), depois passou pel Projeto Adolescer (2005/2006), Artistas S/A (2003/2007) e Escola Dançart (2011/2013). Conta com vários títulos em seu currículo e pretende despertar o interesse pelo esporte na AAB.

 

Histórico

Criado por Afrika Bambaataa, o hip-hop emergiu em meados da década de 1970 nos subúrbios negros e latinos de Nova Iorque. Estes subúrbios, verdadeiros guetos, enfrentavam diversos problemas de ordem social como pobreza, violência, racismo, tráfico de drogas, carência de infra-estrutura e de educação, entre outros.

Os jovens encontravam na rua o único espaço de lazer, e geralmente entravam num sistema de gangues, as quais se confrontavam de maneira violenta na luta pelo domínio territorial. As gangues funcionavam como um sistema opressor dentro das próprias periferias – quem fazia parte de algumas das gangues, ou quem estava de fora, sempre conhecia os territórios e as regras impostas por elas, devendo segui-las rigidamente.

O berço do hip hop brasileiro é São Paulo, onde surgiu com força nos anos 1980, dos tradicionais encontros na rua 24 de Maio e no Metrô São Bento, de onde saíram muitos artistas reconhecidos como Thaíde, DJ Hum, Styllo Selvagem, Região Abissal, Nill (Verbo Pesado), Sérgio Riky, Defh Paul, Mc Jack, Racionais MC's, Doctor MC's, Shary Laine, M.T. Bronks, Rappin Hood, entre outros.

Atualmente, existem diversos grupos que representam a cultura hip hop no país, como Movimento Enraizados, MHHOB, Zulu Nation Brasil, Casa do Hip Hop, Posse Hausa (São Bernardo do Campo), Hip Hop Mulher, FNMH2, Nação Hip Hop Brasil, Associação de Hip Hop de Bauru, Cedeca, Cufa (Central Única das Favelas).