Cempas da Unesp recebe alunos de escola municipal

De 10 a 14 de agosto, o Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Selvagens (Cempas) da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unesp, câmpus de Botucatu, está recebendo a visita de alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professor Jonas Alves de Araújo.

As visitas fazem parte de um projeto implantado pela escola e denominado “Explorando Botucatu”, em que os alunos visitam vários locais da cidade. Além do Cempas, eles visitarão a rampa de vôo livre Base da Nuvem, a Escola do Meio Ambiente, a Fazenda Lageado e outros.

No dia 11 de agosto, um grupo de 26 alunos do 7º ano conheceu todas as instalações do Cempas, ouvindo explicações de professores, residentes e estudantes universitários. Os visitantes foram acompanhados por Suzy Sarzi Oliveira, professora de Ciências do EMEF Professor Jonas Alves de Araújo.

“A atividade fora da sala de aula é importante pelo que os alunos podem vivenciar. No Cempas, por exemplo, eles entenderam mais sobre os maus tratos a animais e como eles são recuperados para voltar à natureza. Para os professores é uma oportunidade de associar o que eles aprendem aqui com as atividades em classe. E os alunos adoram”.

Os jovens estudantes confirmam a opinião da professora. “Aprendi bastante sobre os animais silvestres. E foi a primeira vez que eu vi um jacaré”, conta Fernando, 12 anos. “Fazer uma aula fora da escola é mais legal. Nos sentimos livres para fazer  mais perguntas. Achei interessante ver o macaco e a cobra e aprendi que em casa não é lugar de ter animais silvestres”, acrescentou Tiago, 12 anos. Sua colega Aline, também com 12 anos, quer estudar Medicina Veterinária e também aprovou a visita, “Sempre quis ser veterinária e, depois dessa visita, quero mais ainda”.

Segundo a professora Suzy todas essas informações adquiridas com as visitas serão transformadas em alguma forma de apresentação pelos alunos (projetos, cartazes, panfletos) com a orientação dos professores. Os trabalhos serão apresentados na exposição “Explorando Botucatu”, que será realizado na escola no dia 19 de setembro, com a participação de todos os estudantes, professores, funcionários da escola e da comunidade.

O coordenador do Cempas, professor Carlos Roberto Teixeira, elogiou o projeto da EMEF e ressaltou a importância de levar educação ambiental aos jovens. “Fazemos nossa parte ao tentar conscientizar os mais jovens sobre a necessidade de cuidar do meio ambiente. É somente com ações educativas que poderemos ter uma mudança de conduta dos cidadãos. Nós apoiamos e procuramos nos colocar como parceiros de todas as iniciativas nesse sentido”.


Da assessoria