Carnaval em Botucatu terá três escolas de samba

O carnaval de rua de Botucatu em 2014 contará com três escolas de samba que trarão enredos interessantes para os dois dias previstos do desfile: domingo (dia 2 de março) e terça-feira (4 de março). Já o número de blocos ainda não está confirmado e as inscrições para os interessados podem ser feitas na Secretaria de Cultura, no prédio do Teatro Municipal, em frente a Praça do Paratodos. Outras atrações deverão ser divulgadas, oportunamente.

Os diretores das escolas já realizaram uma primeira reunião com o secretário de Cultura, Osni Ribeiro, para começar a delinear as diretrizes do carnaval em 2014. Nas próximas semanas serão definidos os direitos e deveres atribuídos ? s escolas, número mínimo de passistas e ritmistas, assim como carros alegóricos, local da largada e dispersão, tempo do desfile, entre outras. Não está confirmado se haverá concurso.

A Gente Unida de Vila Maria que tem na presidência Jairinho Andrade, vai apresentar seu desfile com o enredo “Minha gente nosso samba é isso aí”, lembrando a essência dos velhos carnavais com arlecrins, pierrots, colombinas, cabrochas, confetes e serpentinas, numa mistura de raças e de cores. “Nossa idéia foi buscar esses personagens marcantes do carnaval de outrora que essa nova geração não conhece. Optamos por um carnaval diferente e criativo”, colocou Jairinho.

Já os corintianos da Estopim da Fiel, vão trazer um tema bastante atual: “Copa do Mundo é nossa – Itaquerão”. O nome do samba enredo já diz o que a escola pretende apresentar na avenida. “Como teremos a Copa do Mundo no Brasil, resolvemos fazer o nosso carnaval em cima do tema com o propósito de apresentar um grande carnaval na Rua Amando”, adiantou o presidente André Carmoni.

A “caçula” do carnaval 2014 é a Escola de Samba “Acadêmicos do Beira Rio”, formado por componentes do bloco “Sapão da Curuzu”, que defenderá um samba saudosista com o tema: “Saudades de Airton Senna”. O presidente da agremiação, Domingos Crispin, salienta que o piloto tem que ser lembrado sempre. “Tínhamos o bloco e resolvemos montar a escola e nada melhor do que fazer e estréia homenageando um dos brasileiros mais queridos. É com ele que vamos mostrar um bonito carnaval”, previu Crispin.