Cantos da Cuesta define finalistas para a etapa nacional

Fotos: Valéria Cuter

A decisão do “Cantos da Cuesta”, etapa regional do Festival Botucanto, aconteceu nesse final de semana (1º e 2 de setembro), no Teatro Municipal “Camilo Fernandes Dinucci”, com a presença de um grande público. Foram selecionadas 20 canções e 4 delas foram escolhidas para participar da fase nacional.

Ao final das duas noites o corpo de jurados formado pelo compositor e poeta Paulo Viggu, o poeta, romancista e compositor Marco Cremasco e o músico Bob Vieira, regente da Orquestra de Violas Teddy Vieira e ex-secretário municipal de Cultura de Itapetininga, indicaram as quatro canções escolhidas para representar a região na etapa nacional do Botucanto, que será realizada de 13 a 15 de setembro, no Espaço Cultural “Dr. Antonio Gabriel Marão”, com shows de Vanguart no dia 13 de setembro, Demônios da Garoa, dia 14 e Lenine, no dia 15 do mesmo mês. Todas as atividades do Botucanto são gratuitas.

Foram escolhidas para a fase nacional duas músicas de Botucatu e duas de Bauru. São elas: Salve São Bento, de Guilherme Lourençon – Bauru; Coração Brasileiro, de Rebeca Jesumary Gonçalves Grysheck – Botucatu; Gente que amo, de André Moreira e Maurílio Beagá – Botucatu; e Mansão nua, de Luís Paulo Domingues e Bruno Bolsoni – Bauru.

Além da escolha das músicas finalistas para competir na fase nacional quem esteve no Municipal pôde assistir grandes shows. No sábado o cantor e compositor Paulo Costa mostrou sua música sofisticada e intimista. O músico já tocou com artistas como Tom Zé, Hermeto Pascoal, Adoniran Barbosa, Renato Teixeira e Guilherme Arantes. Hoje, radicado na França, é considerado “o embaixador da música brasileira na Europa”.

Seu show ”Saveur de Bossa”, promovido em Botucatu pelo Circuito Cultural Paulista, já foi visto por mais de meio milhão de pessoas na Europa. Traz releituras de clássicos da bossa nova, composições de Villa Lobos e do próprio Paulo Costa em parceria com Mabel Veloso, irmã de Caetano.

Já no domingo a programação do Cantos da Cuesta começou com o show do cantor e compositor Wander Beh, da cidade de Barra Bonita. Artista versátil e performático, Wander venceu o Cantos da Cuesta em 2011 com a canção “Todos os olhos de Tom Zé”. Encerrando a noite o Cantos da Cuesta apresentou o show “Café da Tarde”, com Demétrius Lulo e Paula Mirhan, um dos projetos vencedores do Prêmio Botucanto 2012.

Demétrius e Paula já são bem conhecidos do público botucatuense. Ele foi o vencedor do Festival Botucanto no ano passado com a canção “O nome, a pessoa”. Paula também foi premiada no ano passado por seu trabalho junto ? Filarmônica de Pasárgada, um dos grupos vencedores do Prêmio Botucanto 2011.

O show “Café da Tarde”, apresentado em 24 cidades na França e em Portugal, reúne canções de alguns dos principais compositores da cena musical paulistana como Tó Brandileone, Wagner Barbosa, Dante Ozetti, Giana Viscardi, Celso Viáfora, além do próprio Demétrius Lulo, diretor musical e arranjador do trabalho.

{n}{tam:25px}Canções concorrentes{/tam}

Dia 01 de setembro{/n}

01 – Cantar a vida (Jefferson Carvalho) – Botucatu
02 – A caminhada (Bitenka) – Bauru
03 – Você e eu (Eder Oliveira) – Botucatu
04 – Além de ícaro (Aléssio Di Pascucci e Dael Vasques) – Botucatu
05 – Gente que amo (André Moreira e Maurílio Beagá) – Botucatu
06 – Livre como o ar (Marina Scripiliti, Yudi Nakamura e Marcella Gil) – Bauru
07 – Intensa luz (Wander Beh e Júlio Adorno) – Barra bonita
08 – Glória (Laudenir Gonçalves) – Botucatu
09 – Sobre você (Gustavo Prafrente) – Botucatu
10 – Só Isso (Camilo Solano) – São Manuel

{n}Dia 02 de setembro{/n}

01 – Salve São Bento (Guilherme Lourençon) – Bauru
02 – O amor que tu me deste (Magbis Ribeiro) – Botucatu
03 – Mansão nua (Luís Paulo Domingues e Bruno Bolsoni) – Bauru
04 – Os bêbados e eu (Cláudio Pereira de Souza) – Botucatu
05 – Toda poesia (Claudio Guerra e Edu Santhana) – Avaré
06 – Semana (Robert Coelho, Henrique Rabadan e Dael Vasques) – Botucatu
07 – Coração Brasileiro (Rebeca Jesumary Gonçalves Grysheck) – Botucatu
08 – Cicatrizes do tempo (Sandra Luciana de Antonio) – Bauru
09 – Realidade virtual (Miguel Aparecido Galvani) – Botucatu
10 – Ginga (Felipe Altivo, Diogo Lopes, André Moreira e Tiano Bless) – Botucatu