Botucatu é confirmada na Virada Cultural Paulista

O Governo do Estado de São Paulo revelou as principais atrações musicais da Virada Cultural Paulista 2015 na tarde desta quinta-feira (19), em um evento realizado no Palácio dos Bandeirantes. O prefeito de Botucatu, João Cury Neto e o secretário municipal de Cultura, Osni Ribeiro, estiveram presentes ao evento.

Na ocasião, o Secretário de Estado da Cultura Marcelo Mattos Araujo recebeu representantes dos 23 municípios parceiros, dando a largada para mais uma edição da Virada, um dos eventos culturais mais abrangentes do interior e litoral paulista. Ela acontecerá em dois finais de semana: 11 cidades participam nos dias 23 e 24 de maio e outras 12, nos dias 30 e 31 de maio. 

Botucatu receberá o evento no primeiro fim de semana (23 e 24 de maio) do calendário. Este é o quinto ano consecutivo que o Município recebe a Virada Cultural Paulista. Dentre os artistas confirmados que se apresentarão na Cidade neste ano estão a banda Pitty, Maglore, Otto com show em homenagem a Martinho da Vila, Rastapé e Thaide. 

“É um evento que fortalece ainda mais a vocação de Botucatu para a cultura no cenário estadual. Temos um povo diferenciado, que sabe apreciar um show ou peça de teatro de qualidade. Não é a toa que ano passado, mais de 42 mil pessoas prestigiaram a Virada em Botucatu e por isso temos o prazer de receber um evento deste porte novamente”, comemorou o prefeito.

 

Sobre a Virada Cultural

 

A Virada Cultural Paulista é realizada pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo em parceria com as prefeituras envolvidas, SESC-SP e Museu da Imagem e do Som (MIS), que oferecerá programação especial de acordo com o interesse e especificidades de cada município. 

A diversidade, que já é característica da Virada, dá o tom da programação, mesclando nomes tradicionais às tendências que marcam a pluralidade do cenário musical brasileiro. Além disso, na edição 2015, a Secretaria da Cultura do Estado também está buscando ampliar a participação dos municípios na configuração dos palcos internos, com o objetivo de garantir maior visibilidade para a produção local e integrar também os palcos paralelos à programação oficial, tornando o evento cada vez mais abrangente. 

Para definir as atrações de cada cidade, os produtores e coordenadores da Secretaria de Estado da Cultura se encontraram com representantes dos municípios participantes, que indicaram o perfil de público das suas regiões e os estilos de música e de gêneros culturais com maior destaque nas cidades.  Outras atrações serão anunciadas em breve.