Barbatuques apresenta “Corpo do Som” em Botucatu

Este ano, eles já estiveram em locais como França, China, na Copa do Mundo da África e em Nova York, agora finalmente o Barbatuques se apresenta pelo Estado de São Paulo em várias cidades no interior. O grupo que se tornou referência internacional em música corporal faz dois shows em Botucatu, na quarta-feira, 24/11, durante a 9° Feira do Livro e na quinta-feira, dia 25/11, quando apresenta “Corpo do Som” no Teatro Municipal.

São duas excelentes oportunidades para conferir o grupo e o espetáculo “Corpo do Som”, com composições próprias, improvisações, interações com a platéia e adaptações de ritmos e cantos, tanto brasileiros como de outras partes do mundo. Uma animada orquestra rítmica de percussão e cantos que resulta numa aquarela de sons orgânicos.

Barbatuques produz música utilizando o próprio corpo como instrumento musical, a partir de efeitos de voz e de palmas, estalos, batidas, mãos e pés em sintonia. O resultado é surpreendente. As apresentações proporcionam uma experiência única através desta competente combinação entre ritmos, sons e movimentos.

A turnê pelo interior de SP foi viabilizada pelo patrocínio das empresas Adidas e Eaton e conta com o apoio da Secretaria do Estado da Cultura (PROAC, Programa de Ação Cultural 2010). “Corpo do Som” já passou este ano por Araraquara, São Carlos e Presidente Prudente.

{n}Sobre Barbatuques{/n}

O núcleo artístico e pedagógico Barbatuques foi fundando em 1996 pelo músico Fernando Barba e possui 15 integrantes: André Hosoi, Bruno Buarque, Marcelo Pretto, André Venegas, Dani Zulu, Flávia Maia, Giba Alves, João Simão, Lu Horta, Heloiza Ribeiro, Mairah Rocha, Maurício Maas, Renato Epstein e Charles Raszl. Desde então, vem desenvolvendo pesquisas sobre o tema e nelas descobrindo quantidade de sons suficiente para transformar o corpo em uma verdadeira orquestra sinfônica.

Atualmente o Barbatuques possui uma agenda de shows consistente no Brasil, com turnês internacionais, festivais e eventos relevantes por todo o mundo; além das oficinas e workshops de percussão corporal que ministra.
Sua forma singular de fazer música tornou o grupo reconhecido no meio artístico, corporativo e pedagógico. O grupo já esteve em países como França, Espanha, Estados Unidos, Suíça, Portugal, Líbano, Rússia, Senegal, Colômbia, China e África do Sul. Realizou parcerias com artistas como Bobby McFerrin, Camille, Keith Terry, One Giant Leap, Marku Ribas, Stênio Mendes, Chico César e Badi Assad. Ministrou oficinas para o elenco do espetáculo “Saltimbanco” do Cirque de Soleil.

O Barbatuques foi contemplado pelo Prêmio TIM de Música como melhor grupo de MPB (2006), possuem dois álbuns lançados, “Corpo do Som” (2002) e “O seguinte é esse” (2005) e o DVD “Corpo do Som ao Vivo” (2007).

Em 2010, fez apresentações na Copa do Mundo da África, inclusive no evento oficial da FIFA em Joanesburgo para o anúncio da Copa 2014 no Brasil, esteve em locais como França e China. Em Nova York, o grupo participou mais uma edição especial do International Body Music Festival (as outras edições aconteceram em São Francisco) organizado pelo músico e pesquisador Keith Terry, pioneiro da percussão corporal. O evento reuniu cerca de três mil pessoas no Lincoln Center. Acaba de ser indicado ao prêmio 2010 da Revista Quem, categoria música.

Em novembro, o Barbatuques trouxe ao Brasil/São Paulo, pela primeira vez, a terceira edição do Festival Internacional de Percussão Corporal (IBMF, International Body Music Festival), com 11 atrações internacionais inéditas.