Bairro da Mina conta com novas áreas do lazer

Quem mora ou simplesmente passa no Bairro da Mina para descansar e curtir momentos de lazer com a família e amigos com certeza deve estar contente com as melhorias provocadas no local pelo Poder Público.

O loteamento ganhou em setembro passado uma academia ao ar livre e playground para as crianças. Para quem gosta de futebol, agora são dois campos de areia, um deles completamente novo e cercado. Tudo isso faz parte de demanda do Orçamento Participativo (OP) do ano passado, como prioridade apontada pelos moradores da Mina.

Aqueles que em dias mais quentes gostam de nadar, pescar ou andar de caiaque, agora também podem aproveitar melhor o lago, com cerca de 1 hectare, que estava tomado por vegetação, o que impedia diversas atividades. Máquinas cedidas pela Usina São Manuel fizeram a limpeza do local. A empresa ainda se comprometeu a fazer a doação de 177 mudas de árvores nativas. O plantio será feito por membros da Associação de Moradores com coordenação técnica da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Nos dois últimos anos, a Mina foi contemplada com outras melhorias de infraestrutura como reforço na iluminação das ruas; ampliação do reservatório de água de 150 mil para 250 mil litros, feita pela Sabesp; construção de um portal; e aplicação de asfáltico ecológico na estrada de ligação do bairro ? rodovia.

Edmundo Paganini, presidente da Associação de Moradores da Mina, conta que muitas destas melhorias eram solicitadas pelos moradores há pelo menos 15 anos, mas informa que outras deverão acontecer nos próximos anos. “Temos tido uma ótima resposta da Prefeitura, que tem entendido nossas carências. Garantimos um convênio para a construção de uma quadra poliesportiva com iluminação e também deve sair para 2013 uma grande obra da Sabesp para coleta e tratamento de esgoto do bairro”, adianta.

A aproximadamente 30 quilômetros do Centro de Botucatu, com entrada pela Rodovia Geraldo Pereira de Barros, a Mina é conhecida por ser um reduto especial de lazer dos botucatuenses e mesmo de quem mora na região.

Formado há aproximadamente 25 anos, o bairro tem crescido e já registra mais de 200 famílias residentes e um total de 715 construções. Em finais de semana e feriados prolongados, a Mina chega a receber entre duas a três mil pessoas.