Assinado em Botucatu convênio para Creche Anglicana

Unidade foi viabilizada através de um acordo firmado entre a o prefeito municipal João Cury com o reverendo Aldo Quintão,  do Instituto Anglicano de São Paulo e o reverendo João Ricardo Marcello, do Instituto Anglicano de Botucatu

 

“Louvado seja Cristo! Tu tens fé, e eu tenho as obras; mostra-me tua fé sem obras, e eu te demonstrarei minha fé mediante as obras que realizo”.  Foi desta maneira  citando o capítulo 2, versículo 18, do evangelho  de Tiago, que o reverendo Aldo Quintão comemorou   a assinatura do convênio com a Prefeitura Municipal de Botucatu, na manhã desta terça-feira,  para a implantação da primeira creche Anglicana do interior paulista, que irá funcionar no Jardim Monte Mor para 130 crianças, a partir de janeiro.

Unidade contará com atendente de creche, cozinheira, auxiliar de cozinha, auxiliar de sala e serviços gerais, educador e auxiliar de escritório. Unidade foi viabilizada através de um acordo firmado entre o prefeito municipal João Cury com o reverendo Aldo Quintão,  do Instituto Anglicano de São Paulo e o reverendo João Ricardo Marcello, do Instituto Anglicano de Botucatu.

Na ocasião da reunião que viabilizou o convênio o prefeito apresentou opções de locais onde creches foram construídas.  O complexo escolhido compreende várias salas funcionais, brinquedoteca, uma videoteca e cozinha industrial. As crianças beneficiadas pelo projeto terão entre zero e quatro anos e permanecerão no espaço, em média, dez horas, recebendo cinco refeições diárias, além de acompanhamento médico e pedagógico.

 

Experiência

Em entrevista dada ao Acontece, após acordo do convênio ser firmado, Aldo Quintão  revelou que o Instituto cuida de outras três creches em São Paulo que atendem cerca de mil  crianças que recebem cinco refeições diárias, em convênio com a Prefeitura da capital paulista. Cita que além de atender as crianças é feito um trabalho com moradores das comunidades, onde estão localizadas as creches, que possuem baixo poder aquisitivo, o que limita a participação no uso de bens e serviços. “Muitas dessas pessoas não têm como suprir suas necessidades básicas de subsistência”, diz Quintão.

O reverendo enfatiza que nas creches anglicanas não há religião e isso vale para todas as crianças. “Agora, os pais são educados, todas as crianças têm carteira de vacinação e tudo o que necessitam para o seu desenvolvimento nessa fase da vida e as mães têm de fazer um acompanhamento de saúde, de acordo com a lei, conforme estabelece o Conselho de Medicina.  Essa maneira de administrar estamos trazendo para Botucatu”, disse Quintão. 

“A creche em Botucatu está em um bairro de trabalhadores domésticos, autônomos, de chão de fábrica e de indústria. Será mais um desafio para o Instituto Anglicano e levaremos o mesmo amor, carinho, caridade e gestão que tem sido a marca do nosso trabalho. Agradeço ao prefeito João Cury Neto pela acolhida tão carinhosa e pela confiança depositada, bem como a professora. Alessandra Lucchesi de Oliveira, secretária da Educação”, complementou.