Artesãos têm curso da arte do encaixe na madeira

A Casa do Artesão, vinculada à Secretaria de Esportes, Lazer e Turismo realizou o curso de Marchetaria, técnica de aplicar, embutir e incrustar pedacinhos de madeira sobre um móvel ou objetivo. O curso gratuito foi ministrado pelo professor Rodolfo Augusto Santiago, instrutor do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). Ele contou com a duração de 30 horas com aulas práticas e teóricas. 

Segundo o chefe de divisão de assessoria ao Turismo, Ottoni Luis Tonin, a atividade foi realizada especificamente com madeira de reaproveitamento. Nela os alunos confeccionaram caixa, porta guardanapo de papel e porta lápis. Todos receberam uma apostila com o passo a passo da técnica e certificado pelo Sindicato Rural de Botucatu. “Esses cursos têm como objetivo contribuir para que os artesãos conheçam novas técnicas e possam diversificar seus trabalhos e produtos oferecidos regularmente nas feiras”, explica.

Para o participante Eugênio Desen, que já trabalha com madeira há sete anos, o curso ainda trouxe muitas novidades. “O curso foi muito bom. Aprendi como trabalhar com a madeira de forma de diferente e como é possível fazer desenhos com ela”, relata.

Zenaide Antunes, que também participou da atividade, destaca que elementos fantásticos podem ser confeccionados com a madeira. “Aprendi que podemos fazer muitas coisas com a madeira de reaproveitamento e com seus pedaços como lindos objetos”, enfatiza. 

O curso, que contou com a participação de 19 alunos, foi promovido pelo Sindicato Rural de Botucatu em parceria com a Prefeitura. Na visão do secretário de Esportes, Lazer e Turismo, Antonio Carlos Pereira, esta parceira entre o poder público e o Sindicato Rural é muito importante. “Ela enriquece ainda mais o conhecimento e o talento dos artesãos da Cidade”, salienta.