Alunos da Unifac desenvolvem trabalho social

“Formar cidadãos capacitados para o exercício profissional, hábeis para o empreendedorismo com visão crítica, reflexiva e ética”. É com esse intuito que o Colégio Cepra/Unifac está desenvolvendo um trabalho de conscientização, através dos educadores José Raphael Bicas Franco e Leone Antônio Simonetti e a psicóloga Eliete Trombini Sartori.

Durante esse trabalho os alunos de Administração de Empresas e Educação Física recebem incentivo e motivação para que sejam multiplicadores nos princípios básicos de ajuda ao próximo e possam ensinar como fazer para que consiga caminhar com dignidade e enfrentar os possíveis dissabores da vida. “É um trabalho digno dos maiores elogios e posso dizer que estou encantada com ele”, colocou Eliete.

A primeira escola a ser visitada pelos professores e alunos foi o Projeto Girasonhos, instalada em São Manuel, que atende crianças carentes em diferentes faixas etárias e visa oferecer um espaço às crianças e adolescentes que vão até a instituição em período distinto ao escolar, oferecendo atividades culturais e educativas, com intuito de anular as causas e efeitos provocados pela situação de risco pessoal e social dos atendidos.

“Por meio dos projetos desenvolvidos, pretendemos proporcionar momentos nos quais a diversão gere informação e formação, possibilitando melhorias na condição de vida e estimulando o protagonismo dessas famílias”, observou Ana Paula Gil Rodrigues, coordenadora do projeto. “O desafio é levar diversão e formação de qualidade para melhorar as condições de vida dessas famílias”, acrescentou.

Na instituição sãomanuelense os alunos e professores do Colégio Unifac desenvolveram atividades de música, dança e atrações circenses com malabaristas e palhaços. “Foi um dia encantador que eu, como professor desses alunos, só posso me orgulhar”, disse Leone Simonetti.

O trabalho deverá se expandir para outras instituições de ensino de Botucatu e outras cidades da região. “A proposta é a mesma, ou seja, ensinar os alunos através de atividades lúdicas para que cresçam sempre com os olhos voltados ao seu próximo e se tornem cidadãos de bem e que possam propagar a paz”, frisou o professor José Franco.

Eliete Sartori destaca que a acolhida em São Manuel foi muito importante para dar incentivo aos alunos a continuarem desenvolvendo esse trabalho social de grande relevância. “Só podemos agradecer a maneira como fomos recebidos e isso fortifica os alunos a continuarem germinando a semente de esperança às crianças que serão o futuro do nosso  Pais e busquem um mundo melhor e mais justo para todos”, disse a psicóloga.

Paralelo a esse trabalho nas escolas, os alunos da Unifac também estão se mobilizando para arrecadar doces, roupas, leite,  brinquedos e cestas básicas para distribuir ás crianças carentes.  Um dos locais a ser visitado é Setor de Oncologia Pediátrica do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da Unesp, campus de Botucatu.

As atividades desenvolvidas na Unidade incluem a prestação de serviços médicos na área de diagnóstico, prevenção, tratamento e acompanhamento de pacientes com doenças oncológicas, através de consultas ambulatoriais, pareceres técnicos em âmbito ambulatorial e acompanhamento clínico de pacientes internados.