Alunos da Medicina estão recebendo Curso de Libras

O aluno da faculdade de Medicina da Unesp câmpus de Botucatu, Edgar Andrés Delgadillo, que sentiu dificuldade em dar atendimento a um paciente com deficiência auditiva,  sugeriu que um Curso de Libras fosse aplicado para facilitar o trabalho das turmas de medicina no atendimento a esse grupo de pessoas.

Delgadillo usou como argumento que esta é uma reclamação das pessoas com surdez que muitas vezes chegam ao médico e não conseguem expressar o problema que sentem, dificultando e muito o diagnóstico. As aulas estão sendo ministradas pelo professor e intérprete de Libras, Manolo Rodrigues Torres

“Nesse curso os alunos estão aprendendo como se comunicarem com um paciente surdo,  como explicar horários de medicamentos, perguntar quais as dores, onde dói,  se pulsa, se lateja permitindo ao médico atender e dar o diagnóstico correto”, explana Manolo Torres.

Segundo ele, a comunidade surda ficou muito feliz com esse interesse dos alunos em aprender uma nova língua para poder atendê-los  de uma maneira digna. “Venho ministrando o curso desde o dia 30 de junho e a previsão de término é para final de setembro com aulas praticas que permitem aos médicos se comunicarem e fazerem diagnósticos  em Libras”, colocou o professor e intérprete.