Acadêmicos do Tucuruvi invade a Rua Amando de Barros

Fotos: David Devidé

O carnaval de Botucatu deste ano além de contar com o desfile dos blocos e escolas de samba da Cidade, contou com a presença da Escola de Samba Acadêmicos do Tucuruvi. Que faz parte do grupo de elite do carnaval de São Paulo e ficou na 6ª colocação este ano, na classificação geral, em apuração bastante conturbada.

Antes de a Tucuruvi entrar na passarela da Rua Amando de Barros, a rua do samba foi tomada pela escola Gente Unida de Vila Maria, trazendo como tema central do enredo a arte circense, intitulado. “No picadeiro da avenida a Vila Maria faz seu carnaval”.

O símbolo adotado pela escola de São Paulo é um gafanhoto, uma forma de homenagear o bairro, pois “tucuruvi” em tupi significa “gafanhoto verde”. Suas cores são azul e branco e este ano a escola adotou como tema a África com o enredo “Esplendor da África no reinado da folia”.

Contratada pela Subsecretaria de Turismo, a escola se apresentou em Botucatu com pouco mais de 200 componentes (desfilou em São Paulo com 3.600) e, como não podia deixar de ser, não trouxe carros alegóricos ou os principais destaques, mas deram um show com suas fantasias originais do tema do carnaval 2012.

“Nós contratamos, na verdade, um show, para abrilhantar o carnaval da Cidade, que foi muito bonito com seus blocos e escolas. Evidentemente, que esteve em Botucatu apenas um braço da Tucuruvi, mas o público que compareceu na Rua Amando de Barros, assistiu a um grande espetáculo”, comentou o subsecretário de Turismo, Fredi Pimentel.

O jornalista e radialista Fran José da Rádio Emissora de Botucatu – PRF-8, que fez a cobertura do carnaval 2012, definiu numa única frase a participação da escola paulista. “Nesse carnaval, nós vimos um “tsunami” descer pela Rua Amando de Barros”.