Acadêmica lança livro sobre acordo ortográfico

 

 

Na reforma ortográfica destaca-se a redução dos custos de produção e adaptação de livros; facilitação na aprendizagem da língua pelos estrangeiros;  e simplificação de algumas regras ortográficas

 

A acadêmica Carmen Sílvia Martin Guimarães, vice-presidente da Academia Botucatuense Letras (ABL), está convidando  a comunidade, de uma maneira geral,  para participar do lançamento de seu livro  “Aprendendo a aprender…O Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa”, que  visa simplificar as regras ortográficas.

O lançamento da obra acontece na próxima quarta-feira, dia 25 de novembro, a partir das 19h30, nas dependências da Água Doce Cachaçaria, na  Rua Velho Cardoso,  região central da cidade. “Todos os que puderam comparecer serão bem vindos e recebidos de braços abertos”, disse  Carmem Silvia.

De acordo com a autora a obra foi gerada, nasceu e cresceu no seio do Curso para Professores, promovida pela Pastoral da Educação, que tem na presidência o arcebispo Dom Maurício Grotto de Camargo e como coordenadora geral a Irmã Gema Panazzolo.  “O lucro com a venda dos livros (R$ 20,00) será destinado à Pastoral da Educação, da qual faço parte, para que ela possa continuar a oferecer cursos que levem a paz, por uma educação pela paz”, disse Carmen Sílvia.

O Novo Acordo Ortográfico, em vigor desde janeiro de 2009, ainda gera polêmica entre gramáticos, escritores e professores de Língua Portuguesa. Segundo o Ministério de Educação, a medida facilita o processo de intercâmbio cultural e científico entre os países que falam Português e ampliar a divulgação do idioma e da literatura portuguesa. Dentre os aspectos positivos apontados pela nova reforma ortográfica, destacam-se ainda: redução dos custos de produção e adaptação de livros; facilitação na aprendizagem da língua pelos estrangeiros;  e simplificação de algumas regras ortográficas.