Abertas vagas aos interessados em trabalhar em creche

Acordo do convênio foi firmado numa reunião entre o prefeito João Cury Neto, o reverendo Aldo Quintão,  do Instituto Anglicano de São Paulo e o reverendo João Ricardo Marcello, de Botucatu

 

Através de um convênio firmado entre a Prefeitura Municipal de Botucatu com o reverendo Aldo Quintão,  do Instituto Anglicano de São Paulo e o reverendo João Ricardo Marcello, do Instituto Anglicano de Botucatu, uma  creche na cidade será administrada com o Instituto Anglicano a partir de janeiro de 2016.  Será esta a primeira creche do Instituto Anglicano de São Paulo no interior paulista.

Na ocasião da reunião o prefeito apresentou opções de locais onde creches foram construídas.  O complexo escolhido compreende várias salas funcionais, brinquedoteca, uma videoteca e cozinha industrial. As crianças beneficiadas pelo projeto terão entre zero e quatro anos e permanecerão no espaço, em média, dez horas, recebendo cinco refeições diárias, além de acompanhamento médico e pedagógico.

Para o reverendo João Marcello ter a oportunidade de gerir uma creche na Cidade é muito importante.  “Tive uma alegria muito grande quando recebi esse convite para que nosso Instituto administre uma creche na periferia  da Cidade.  É uma confiança que o senhor prefeito está depositando em nós e a comunidade anglicana de Botucatu irá dar continuidade a esse processo”, colocou.

Marcello adianta que já está sendo feito o chamamento público para processo seletivo com vagas para:  educador (formação em Pedagogia), auxiliar de sala, auxiliar de escritório, cozinheiro, atendente de creche (formação Ensino Médio), auxiliar de serviços gerais e auxiliar de cozinha (ensino fundamental). Os interessados podem enviar os currículos para o e-maill: rev.joao@yahoo.com.br com assunto Instituto Anglicano.  “Teremos uma provinha para seleção de contratação em dezembro para início dos trabalhos em janeiro”, adianta o reverendo de Botucatu.


Aldo Quintão lembra que o Instituto cuida de quatro creches em São Paulo que atendem a mais de 1.000 crianças, com cinco refeições diárias, em convênio com a Prefeitura Municipal. Cita que além de atender as crianças é feito um trabalho com moradores das comunidades, onde estão localizadas as creches, possuem baixo poder aquisitivo, o que limita a sua participação no uso de bens e serviços. Muitas dessas pessoas não tem como suprir suas necessidades básicas de subsistência.

“Nas creches não há religião e isso vale para todas as crianças. Agora, os pais são educados, todas as crianças têm carteira de vacinação e tudo o que necessitam para o seu desenvolvimento nessa fase da vida e as mães têm de fazer um acompanhamento de saúde, de acordo com a lei, conforme estabelece o Conselho de Medicina.  Essa maneira de administrar estamos trazendo para Botucatu”, disse Quintão.  “A creche está em um bairro de trabalhadores domésticos, autônomos, de chão de fábrica e de indústria. Será mais um desafio para o Instituto Anglicano e levaremos o mesmo amor, carinho, caridade e gestão que tem sido a marca do nosso trabalho”, complementou.