“Mamãe não quer que eu case” será encenada no Municipal

Uma supermãe protetora, um noivo mimado, uma noiva não muito esperta e um porteiro querendo levar vantagem em tudo. Esses são os ingredientes para a divertida comédia “Mamãe não quer que eu case”, que acontece na noite deste sábado (9), a partir das 20h30, no Teatro Municipal Camilo Fernandes Dinucci.

A produção da peça está á cargo dos promotores Juber Júnior e Mariana Andrade e os ingressos podem ser retirados nas bilheterias do teatro ao preço de R$ 30,00 (inteira), R$ 15,00 (meia entrada) e R$ 20,00 (antecipado).

O espetáculo conta a história de um médico quarentão que está de casamento marcado, cuja mãe acha que não está pronto para casar. Caio César (Marcus Cruz) é o noivo mimado que está prestes a casar com Mary Ellen (Aline Oliveira), uma bela noiva que não é muito esperta. Dona Esperança (Rosy Silva), que não está muito feliz com a ideia do filho se casar, com a ajuda do porteiro, o oportunista Crisdolfo (Valmir Honório), fará de tudo para atrapalhar esse casamento.

Marcus Cruz, além de interpretar o noivo é responsável pelo texto e direção da peça. Márcia Cruz cuida do figurino dos personagens. A operação de som e luz é feita de Humberto Rogachiv. O espetáculo é uma realização da Rodrigues Cruz Produções.

“Mamãe não quer que eu case” estreou no Teatro Municipal de Guarujá (Procópio Ferreira) no dia 13 de maio de 2010. De lá para cá, a peça passou por diversas cidades de São Paulo e agora chega a Botucatu. Neste período, cerca de 10 mil pessoas assistiram ao espetáculo.