“Demônios da Garoa” é atração na Festa de Sant´Anna

Sob a coordenação do padre Emerson Anizi  acontece entre os dias 24 a 27 a tradicional Festa de Sant´Anna, padroeira da Cidade, comemorada no dia 26 de julho. No cronograma consta atividades religiosas e culturais, praça de alimentação, exposição e shows diversos. Entre os artistas que subirão ao palco que será montado em frente a Catedral Metropolitana,  estarão os integrantes do  “Demônios da Garoa”,  grupo de maior  longevidade da Música Popular Brasileira (MPB), com 60 anos de carreira.

Para este ano a Festa de Sant´Anna,  além dos atrativos, irá tratar de um problema social que assola muitas famílias, com o tema: “Corrida contra as drogas” e buscar consolidação de uma campanha para a criação da Fazenda Esperança para tratamento de pessoas com dependência química.

“Só quem tem um problema desses na família sabe o quanto ele é complexo e de difícil solução e não afeta somente o dependente, mas também as pessoas que o cercam. Através dessa campanha queremos iniciar o processo da criação de um espaço denominado Fazenda Esperança que visa prestar atendimento a essa classe de pessoas que estão nessa situação”, coloca o padre Anizi. “O dinheiro arrecadado na festa será investido nessa fazenda”, completa.

A Fazenda da Esperança é uma comunidade terapêutica de recuperação de toxicodependentes que acolhe pessoas com idade entre 15 e 45 anos e lhes propiciam moradia, alimentação e outras necessidades básicas para que continuem firmes em sua caminhada rumo ao retorno à vida.

Entretanto, por não ser uma cadeia, o dependente químico não fica fechado entre grades, muros ou portões e tudo é aberto e dá acesso a rua. Por isso, o dependente precisa desejar e manifestar a vontade de ter uma vida livre das drogas e do álcool, pedindo uma segunda chance via carta escrita de próprio punho para ser acolhido, explicando os motivos que o levaram a solicitar ajuda. Cada jovem é responsável por sua própria recuperação.

Outro detalhe da Fazenda Esperança é que a família participa de todo o processo. Pais e irmãos são acompanhados e frequentam reuniões separadas do interno antes do primeiro encontro com o mesmo no terceiro mês da recuperação. São responsáveis por vender os produtos confeccionados pelos jovens recuperantes, assim contribuem diretamente no retorno a vida de seu familiar. Em todas as visitas levam para a sua casa uma cesta no valor de um salário mínimo. A Fazenda Esperança que tem reconhecimento pontifício está espalhada por 24 dos 27 Estados do Brasil e por outros países do mundo, como Rússia, Filipinas, Moçambique, Alemanha, México, Guatemala, Paraguai, Uruguai, Portugal e Argentina.