“Bêbado Saideira” mostra sua irreverência no Municipal

O humorista Giovani Braz, conhecido por seu personagem Caixeiro do Riso, Chefinho e o bêbado Saideira do programa A Praça É Nossa, no SBT, mostra sua versatilidade e talento em tipos variados, no espetáculo O Caixeiro do Riso – Resista se for Capaz. Esse espetáculo estará em Botucatu neste sábado a partir das 20h30, no Teatro Municipal Camilo Fernandez Dinucci.

O ator, sozinho no palco, transforma-se em tipos distintos, como uma dona de casa ‘feminista e estressada’, um psicólogo gay que atende aos pacientes travestido, além de seu personagem de maior sucesso, o Caixeiro do Riso. Com texto leve, dinâmico e inteligente, criado por ele mesmo, Giovani mostra por que vem sendo considerado uma das revelações do humor nacional.

Filiado a uma constelação de comediantes mineiros, Giovani Braz leva adiante a proposta de tipos marcadamente mineiros, como é o caso de Caixeiro, adiciona, ao seu espetáculo, personagens mais urbanos, numa proposta de renovação da nossa comédia.

Entre os personagens, a dona de casa Josineide, cujo marido chama-se Wandergleison; o gaguinho Fafi Falafácil, que não gosta de ser interrompido e que, com seu jeito inocente, tem nas crianças um dos seus maiores públicos. E tem o Caixeiro do Riso, um mineiro contador de causos, de fala cômica que, ao mostrar o que traz na mala para vender, acaba se emocionando, pois tem muito apego ? quelas coisas todas que lembram pessoas que ele conheceu pelo Brasil afora. Esse é o mote para ele falar de vários estados brasileiros e de seus respectivos personagens típicos.

Também fazem parte do espetáculo imitações de Caetano Veloso (com ‘Sozinha’, versão gay para o sucesso do cantor), Netinho de Paula (com ‘Canapura’, ‘inspirada’ na canção ‘Tanajura’), Maurício Mainiere, dentre outras personalidades, artísticas e políticas, de várias regiões do Brasil.

Este espetáculo também conta com muita interatividade, música e motivação.
Aos 32 anos, Giovani Braz tem mais de uma década de atuação como humorista e produtor. Natural de Carmo do Rio Claro passou a maior parte da vida em Poços de Caldas, no sul de Minas Gerais, onde se descobriu ator e comediante nas salas de aula da faculdade de Direito, em que é formado.

Começou a trabalhar como advogado, mas seis meses depois, abandonou tudo para seguir a carreira artística. Desde 2003, faz parte do programa A Praça é Nossa (SBT), com o quadro Caixeiro do Riso, O Chefinho da Dona Dada e o bêbado Saideira, considerado um dos sucessos do humorístico.