“Alvorada para a Vida” reproduziu o cotidiano da vida policial

Fotos: Valéria Cuter

Abnegação de quem busca a realização de um sonho. Esse é o recado que é retratado na peça “Alvorada para a Vida”, encenada na noite deste sábado (5) no anfiteatro do Colégio Arquidiocesano La Salle. A iniciativa foi do comando do 12º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM-I) de Botucatu. Um grande público marcou presença para ver de perto a performance dos atores.

Com duração de 90 minutos o espetáculo teatral conta a história de Gabriel, um jovem que desde a infância sempre quis ser policial e sente o preconceito das pessoas pela sua escolha profissional, mas não desiste dos seus sonhos.

Em busca de alcançar seu objetivo, Gabriel consegue ser aprovado no concurso e ingressa na Corporação. No Centro de Formação de Soldados, conhece Soraia, uma aluna que despertou o interesse pela profissão após ter trabalhado como soldado temporário e Gonçalves, que só está ali por causa da estabilidade financeira.

“Alvorada para a Vida”, que já foi assistido por mais de 90 mil pessoas, além das histórias dos personagens, enfoca, também, os fatos existentes no cotidiano da vida de qualquer policial. Para a PM a peça é considerada uma verdadeira homenagem a essa legião de idealistas, vigias da lei e paulistas, comprometida com a defesa da vida e a dignidade da pessoa humana desde os primeiros dias da sua profissão.

Para assistir ao espetáculo o público trocou o ingresso por um agasalho infantil novo ou em bom estado (opcional), que será doado ? Campanha do Agasalho de Botucatu. A apresentação fez parte do cronograma de comemoração ao 157º aniversário da cidade de Botucatu, bem como ao 44º aniversário do 12ºBPM-I.