BOA VISTA F.C.

Final de ano, saudades apertando e para matá-la um pouco vamos reviver apresentando esse grupo de grandes amigos que formavam o esquadrão do BOA VISTA F.C. na década de 60.
Com seu vistoso uniforme tricolor, e assim não poderia ser diferente pois a maioria é de sãopaulinos fanáticos, posam para as objetivas:
Em pé: Grande COTÃO (técnico); JURA; CALVINO; PAULO EDWARD; BAIANO; GERALDÃO; DITÃO e o prezado PIBO.
Abaixados: MANIVELA; OTACÍLIO PERU; SÉRGIO ALEMÃO; ADEMIR MARCOLIN e o TITO ALVES.
Categoria, sem fronteiras…

{n}NOSSO ESPORTE – NOSSA GENTE:{/n}

Todo domingo a cena se repetia, pois logo pela manhã o pessoal se reunia lá na “GARE DA SOROCABANA”, popular estação, pegava a passagem de ida e volta e a delegação embarcava no trem passageiro para mais um “combate”.
No vagão, batuque aqui, piadinha ali, até que ao meio dia o chefe da delegação, tremendo gozador, anunciava:
-“Vamos almoçar, minha gente”; então a moçada abria as janelinhas do trem, tirava a cabeça para fora e, como frangos sendo transportados em caminhão, saboreava um apetitoso prato de “oxigênio a natura”. Comida, comida mesmo, popular “bóia”, a “negada” só via após o recebimento da fiança, espécie de “cachê” pela apresentação ou se alguém tivesse a sorte de ter uma namorada morando na cidade visitada, pois boleiro antigo era como marinheiro, tinha um amor em cada porto…
Coisas do futebol antigo, mas bem jogado!!!

{n}EPÍLOGO:{/n}

“DUVIDE DA PALAVRA DE UM HOMEM, MAS NUNCA DE UM HOMEM DE PALAVRA”.