ASSOCIAÇÃO DOS BANCÁRIOS BOTUCATU

Nesta foto do século passado temos a imensa satisfação de recordar aquela domingueira futebolística em que envergando o tradicional uniforme futebolístico da SAT (Sociedade Amigos do Tanquinho) a moçada bancária daquela época, representando a equipe da ASSOCIAÇÃO DOS BANCÁRIOS DE BOTUCATU, posava assim alinhada:
DE PÉ: CELSO TONIN – CARRIEL – ARTUR SIMÕES – PONICK – GUERRA – CHICO ROMANHOLI – MOACIR AMARAL – WILIAM GUERRA…
ABAIXADOS: TEIXEIRINHA – PAULO CAPELLUPE – LALÁ BRADESCO – PAULO XIXA – CARLOS FAVARO…
Alguns desses amigos já nos deixaram e descansam em Paz…

{n}NOSSO ESPORTE – NOSSA GENTE{/n}

BOMBINHA era seu apelido na infância; quando amadureceu virou CANHÃO, pois era dono de um portentoso chute com ambas as “canetas”, um verdadeiro petardo que era o terror dos arqueiros da época.
NARDÃO era nosso goleiro, negão alto, forte e marrudo não levava desaforo pra casa e suas “peripécias” na meta eram contadas em prosa e verso.
Foi na decisão por pênaltis de um torneio lá no Pasto Véio que se enfrentaram pela primeira vez e tudo aconteceu:
Bola na “marca do cal”, vem CANHÃO e pimba… Lança um bólido de pé direito que vai direto pegar na testa do NARDÃO que já havia dado uns “tapas no beiço” para acalmar os nervos; a redonda sobe e sai pela linha de fundo, NARDÃO rodopia e cai desmaiado.
Após uns dez minutos de muita massagem e esfregação recobra os sentidos e ainda meio atordoado, mas sem perder a panca, lança lá: Com o NEGÃO aqui é assim mesmo, chutinho desses quando não dá para encaixar defendo de cabeça”…
Durma-se com um barulho desses…

{n}EPÍLOGO:{/n}

“Eu tenho o físico de um atleta! Ou sumô não é esporte?”