UM FINAL DE SEMANA COM A “CARA” DA NOSSA GENTE.

Que belo início de mês! Exatamente, como disse no título deste texto, vamos viver um fim de semana com a “cara” da nossa gente, ou melhor, alguns dias nos quais a solidariedade marcará sua presença de forma grandiosa.

A nossa hospitaleira e solidária Botucatu, logo no início do mês em que serão comemorados, com muitas festividades, os seus 159 anos de emancipação política e administrativa, será sede de nada menos do que três eventos de pura benevolência hoje, amanhã e domingo.

Hoje, sexta-feira, o Fundo Social de Solidariedade, em parceria com a Secretaria de Assistência Social do Município promoverá, num espaço ao lado do prédio da Prefeitura Municipal, a FEIRA DA PÁSCOA, uma realização (que irá até domingo) do Projeto “Criadores Solidários”, que visa fortalecer a economia solidária em Botucatu, através da capacitação de pessoas em oficinas especializadas que estimulam, também, a convivência social, o contato com conceitos de economia solidária, autogestão e cooperação, valorizando as potencialidades e a auto-estima dos grupos.

Com certeza, muita gente prestigiará essa grande e importante ação desenvolvida pelos parceiros da primeira Dama do Município Raquel Ferronato Cury. Esta festa tem o seu término previsto para o domingo, dia 06.

{n}NOITE DO “BREGA & CHIQUE”{/n}

Nessa mesma sexta-feira (04/04), a partir das 21 horas, o Salão Social da gloriosa “veterana” da Avenida Dom Lúcio, a nossa querida e amada Associação Atlética Botucatuense (que também aniversaria neste mês), certamente ficará pequeno, diante da magnitude da festa de comemoração dos dez anos de uma profícua existência da sofredora, porém, importantíssima, Associação de Pais e Amigos de Pessoas Portadoras de Necessidades Especiais, cuja arrecadação servirá para a continuidade dos inúmeros serviços prestados pela nossa APAPE a população botucatuense. Cada ingresso tem o custo de, apenas, R$ 35.

Ninguém menos que a badalada Banda Musical BREGA & CHIQUE foi convidada para animar a noite que terá, além do farto repertório musical dos anos 60, 70, 80 e 90, ofertada aos dançarinos por esses belos artistas da voz, outras boas atrações, como por exemplo, o sorteio pela UNICRED de dez aparelhos de celulares.

Não tenho dúvidas de que este “baita” encontro de pessoas do bem será majestoso, até porque, o pessoal todo da APAPE (a eterna presidente, Edith Ribeiro, Doutor Samir Zacharias, Romeu Escolástico e os seus colaboradores) tem se mobilizado para levar a esta festa, um grande número de amantes da dança de salão e de pessoas solidárias ? s causas nobres.
Claro que homenagens e mais homenagens serão prestadas a pessoas especiais durante o transcorrer da 1ª NOITE BREGA & CHIQUE, afinal, entre outras coisas, trata-se da comemoração de um excelente trabalho que vem sendo prestado ? população e que já dura uma década.

Obviamente, estarei lá junto desse povo maravilhoso que “faz a diferença” naquela importantíssima instituição que oferece muitos serviços na área da saúde ? nossa gente, especialmente ? comunidade carente, sobretudo porque, fui contemplado com um carinhoso e honroso convite. Também prestigiarei esse fantástico “arrasta pé”.

É sempre agradável poder abraçar parceiros que entendem o nosso objetivo, principalmente, quando se trata de solidariedade. Com muita satisfação cumprimento todos os integrantes da diretoria do meu amigo Jânio Gonçalves, presidente da AAB. Em mais uma oportunidade, esses dirigentes diferenciados deram exemplos de cidadania e grandeza de alma ao apoiarem, maciçamente, a realização dessa festa cujo real objetivo é muito mais nobre que a diversão tão somente. Parabéns queridos amigos.

{n}2º ALMOÇO DO CHAPÉU{/n}

Bem, no domingo, logo após o meio dia, mais uma bela festividade, também voltada para o bem dos irmãos que necessitam da nossa ajuda para sobreviverem, ocorrerá aqui na nossa cidade.

Minha queridíssima amiga Enza Denadai, conceituada colunista social da revista ApparEnza e de outros veículos de comunicação da terrinha, juntamente com o Fundo Social de Solidariedade, fará acontecer no primoroso local para festas especiais, ESPAÇO CARBONARI, o “2º ALMOÇO DO CHAPÉU”.

Os convidados que quiserem participar deste verdadeiro “Domingão Solidário” terão que adquirir o seu ingresso (R$ 50) e ainda doar um pacote de fraldas geriátricas. Elogiável demais essa iniciativa!
Sem medo de errar, posso afirmar que tudo ocorrerá de forma surpreendente e que essa louvável ação filantrópica “juntarᔠinúmeras famílias botucatuenses. Em meio ? tanta generosidade, não se pode esperar outro resultado, senão sucesso absoluto.

Tenho a convicção de que, mais uma vez, a minha amiga Enza, uma exímia realizadora de ações desse tipo acertou em cheio. Com certeza, curtiremos um domingo especialíssimo e mais ainda, juntos destinaremos pacotes e mais pacotes de fraldas ao Fundo Social de Solidariedade.
Enfim, a nossa acolhedora “CIDADE DOS BONS ARES E DAS BOAS ESCOLAS”, novamente terá o privilégio de se ver transformada na CAPITAL NACIONAL DA SOLIDARIEDADE. Parabéns a todos!

Aproveito esse momento “pra” lá de acolhedor para agradecer a todos os trinta e dois leitores dos meus “contos” que se manifestaram (por telefone ou e-mail) na semana passada, quando da circulação do meu artigo: A MELHOR SAÍDA SEMPRE FOI NÃO ENTRAR. Quanta honra!

Através de um mestre dos bons, por sinal, um amigo de longa data, com quem, orgulhosamente, por muitos anos, trabalhei na saudosa FCMBB, hoje UNESP e um distinto leitor das minhas escritas semanais (o Professor Doutor Chukichi Kurozawa), abraço carinhosamente, todas essas preciosidades que, devo confessar, me motivam cada vez mais, na continuidade desta arte que aprendi a gostar: contar “causos” aqui nesta coluna.

Ao estimado Professor Chukichi, o meu muito obrigado pelos elogios tecidos ? s minhas qualidades como ser humano e “contador de causos”.

Caro mestre, de fato, a vida é feita de momentos; o grande segredo do sucesso sempre foi “abraçar” os ensinamentos que “passam” pela nossa frente. Deus me proporcionou a sorte, por alguns anos, de ser aluno de um dos maiores catedráticos do linguajar português de todos os tempos: o saudoso e inesquecível, amigo, Professor Oswaldo Minicucci, que continua ministrando aulas de português lá no céu.

Rubens de Almeida – Alemão
alemao.famesp@gmail.com