UM ANO EM QUE A SOLIDARIEDADE DA NOSSA GENTE FEZ TODA A DIFERENÇA

” …Marcas do que se foi, sonhos que vamos ter: como todo dia nasce, novo em cada amanhecer…”

Quem não se lembra dessa beleza em forma de prosa, por sinal, muito bem escolhida como mensagem de final de ano da Rede Globo aos telespectadores em décadas passadas? Além de bonitos e verdadeiros, esses dizeres simbolizam a esperança de um amanhã promissor.

Portanto, nada melhor, do que o afago da nostalgia para saudar e desejar aos meus queridos “acompanhantes” aqui nesta coluna, votos de um Feliz e Próspero 2014.

Com as graças DELE, o Nosso PAI, 2013 foi um ano marcado por muita prosperidade, cujo saldo foi positivo e, espero que tenhamos a mesma sorte neste, que acaba de desabrochar. Exatamente como tentei “dizer” no título deste texto, a solidariedade foi o a mola propulsora de todas as ações que propusemos, eu e um “montão” de amigos, realizar.

Durante os 365 dias de 2013, me deparei (meus amigos também) com os mais variados apelos – aliás, solicitações provenientes de pessoas que amargam na própria pele o dissabor da intolerável injustiça social que assola a maioria da nossa gente por este Brasil afora e que só não é notada, ironicamente, por quem (os picaretas que estão no poder), de fato, deveria saber dessa realidade – e, para quase todos, encontramos a solução na força do abraço, ou melhor, no brilho decisivo das mãos que se entrelaçaram para nos ajudar nessas situações.

Logo no início do ano, mais precisamente, no mês de janeiro, os mistérios da natureza nos levaram a chamar a população, através dos microfones da Rádio Municipalista, para conosco socorrer algumas famílias do vizinho município de São Manuel, que perderam quase tudo com as fortes chuvas que caíram naquela localidade.

Foram alguns dias de uma forte mobilização que nos encheu de satisfação. Ao final, conseguimos encaminhar para lá, um caminhão carregado de móveis, alimentos, leite, roupas e outras doações.

Claro que ali, naquela fatalidade provocada pela natureza, muitas amostragens da generosidade da nossa gente vieram ? tona; no entanto, tínhamos que buscar forças para dar continuidade ao projeto que realizamos com a população carente do nosso município, até porque, o ano estava, apenas, se iniciando. Não encontramos dificuldade alguma, tanto que, o nosso trilhar continuou indo para frente de “vento em popa”.

Além do providencial atendimento de todos os componentes do Grupo de Amigos Voluntários a uma imensidão de famílias carentes aqui da terrinha (estivemos, quase que diariamente, na emissora da Praça do Bosque para fazer um ou outro pedido) ainda tivemos pique para realizar também em conjunto com a nossa “Rádio do Povo” e outros parceiros (OAB Botucatu, Sindicato dos Bancários, SABESP, ACE/CDL, Polícia Militar, Guarda Municipal, Polícia Civil) outras duas campanhas.

Numa conseguimos arrecadar recursos para a compra de três cadeiras de rodas motorizadas e em outra (a tradicional Campanha dos Brinquedos) obtivemos a monta suficiente, em dinheiro, para aquisição de 12 mil brinquedos. Foi fantasticamente gratificante!

Outro grande feito também ocorrido no ano passado foi a inauguração do Projeto “MULHER FELIZ”. Com apoio total e irrestrito da direção da Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar – FAMESP, desde o mês de março passado, está a todo vapor, lá no Núcleo Assistencial Professor Doutor.

Pasqual Barretti, um “baita” programa social, voltado exclusivamente, para mulheres que enfrentaram o câncer de mama e agora recuperam além da saúde física, a emocional. Que grandeza! Certamente, este advento nos proporcionou uma alegria ainda maior em viver pelo bem.

Muitos foram os lances que nos premiaram de satisfação ao longo do ano; com certeza, vivemos momentos memoráveis. Pena que nesta nossa vidinha passageira, onde estamos ? mercê das vontades DELE, nem sempre conseguimos uma felicidade plena.

Como na vida, nem tudo são flores, lamentavelmente neste mesmo período, alguns inconvenientes e prejuízos irreparáveis machucaram um pouco o nosso coração, como, por exemplo, a perda de alguns amigos que nos deixaram para ir morar no céu, dentre eles, o meu saudoso irmão Josey de Lara Carvalho; sem sombra de dúvidas essa tragédia foi a que mais me entristeceu. Coisas dessa nossa vidinha passageira!

Enfim, a vida é mesmo assim, bem do jeitinho que diz o poeta: “a vida é a arte do encontro, embora haja tantos desencontros”. Vamos em frente. Que o nosso PAI nos oferte um ano abençoado, cheio de realizações, tão proveitoso como este que deixamos “pra” trás e, se possível, sem uma única perda.

Que Deus também nos mostre o “norte” para que possamos (todos nós, desde o cidadão mais simples, até aquele que se julga poderoso) valorizar a palavra IGUALDADE, até porque, perante ELE, somos todos iguais. Salve, salve 2014, o ano do sucesso, o ano em que a seleção canarinho, certamente, chegará ? conquista do Hexa Campeonato Mundial de Futebol.

Meu afetuoso abraço desta semana é endereçado a alguns jovens do bem, filhos de amigos de longa data, que me proporcionaram a alegria de poder acompanhá-los por diversos bairros periféricos da cidade, na véspera do Natal, ofertando alegria ? muitas crianças, lhes entregando um pequeno brinquedo, um saquinho de pipoca e uma caixinha de suco: os mais novos voluntários, Gustavo Ceriliane, Fernanda Carbonari, Viviane de Lima, Thiago Franco, Rodrigo Delgalo e o grande “motorista da generosidade”, Pedro Ferreira Lima. Queridos amigos, foi prazeroso demais, percorrer ao lado de vocês, o caminho do bem, numa data tão especial como essa que antecede o Natal!

Com carinho idêntico abraço um casal de amigos diferenciado, meus vizinhos na nossa acolhedora “Vila dos Médicos” que também fizeram sua parte para que essas jovens promessas iniciassem a sua caminhada neste mundo encantador chamado SOLIDARIEDADE: meus amigos Doutor Antonio Alves Franco e sua esposa Neila; e um dos freqüentadores mais ilustres do badaladíssimo “PINGUIM CHOPERIA” lá em Ribeirão Preto, meu companheiro de, dia após dia, em prol de um mundo melhor para todos, o Doutor José Ricardo Paciência Rodrigues.

Rubens de Almeida – Alemão
alemao.famesp@gmail.com