POUPA TEMPO, A VERDADEIRA “CASA” DA CIDADANIA.

Eta “nóis”, como é difícil entender tudo o que ocorre neste país de quase 200 milhões de brasileiros. Como é complicado ter que “engolir” algumas historinhas que chegam até nós e que, num “toque de mágica”, viram notícia em todos os veículos de comunicação do país, a ponto de desestabilizar toda uma sociedade organizada. A maneira como as redes de Supermercados do Estado tentam abolir as tais sacolinhas de plástico, por exemplo; aliás, não seria mais prático e justo, simplesmente, substituí-las por sacolas biodegradáveis, ao invés de ficar com esse oba, oba, todo? E esse absurdo de pedir Carteira de Identidade a uma pessoa idosa que vai ao Supermercado comprar qualquer tipo de bebida alcoólica? Com certeza, vou mostrar a minha opinião sobre esses temas.

Ainda bem que no Brasil, nem tudo está perdido. Na semana que passou, necessitei de um atendimento numa dessas instituições que prestam serviços ao público em geral porque estava com a minha Carteira Nacional de Habilitação vencida e, se isso não bastasse, também estava enfrentando problemas com meu RG. Por conhecer a realidade absurda com que os setores públicos são “tocados”, confesso que quase fui ? loucura, até porque, quando se trata de cuidar da nossa gente, a coisa engrossa e jamais somos atendidos imediatamente; isso ocorre, em qualquer lugar (Hospitais, Pronto Socorros, Unidades da Justiça, Prefeituras, Escolas, INSS, Postos de Saúde e até em Supermercados) deste país sem comando e que não respeita o seu povo. Entre nós, existem lugares públicos que tem fila “pra” entrar na fila. O que nunca falta é desrespeito com o cidadão. Que pena!

Com as graças de Deus, conheci o outro lado da moeda; aqui na nossa hospitaleira “CIDADE DOS BONS ARES E DAS BOAS ESCOLAS”, de fato, a coisa neste quesito parece que mudou para melhor, pelo menos, num cantinho da cidade.

Fui orientado por amigos (que já conheciam) a visitar a unidade do POUPA TEMPO, lá na Avenida Floriano Peixoto. Fiquei admirado com tudo o quê vi. De cara, me interessei em utilizar os serviços ali oferecidos. Não levei mais do que uma hora resolvendo os meus problemas e, o mais importante, fui atendido cordialmente, com respeito e atenção. Os atendentes daquela unidade (todos) esbanjam profissionalismo, educação, simpatia, atenção e, mais ainda, um senso de cidadania invejável, desses que nós todos (todos mesmo), servidores públicos, deveríamos ofertar ? queles cidadãos que procuram por atendimentos. Que beleza! A excelência no tratamento ao cliente me impressionou, parecia até que eu não estava no Brasil.

Passei algumas horas muitíssimo prazerosas naquelas dependências; primeiro para solucionar os meus problemas e depois, porque queria conhecer melhor esse valioso empreendimento que presta serviços públicos. Nesse tempo todo, entre uma e outra conversa com os inúmeros meninos e meninas dos diversos setores lá existentes, tive a oportunidade de saber que não só o povo botucatuense, mas, muita gente da região utiliza os serviços ali prestados.

Enfim, nós botucatuenses, bem como os habitantes de vários municípios da região, felizmente, fomos contemplados com uma unidade, prestadora de serviços de alta qualidade e, mais ainda, que tem como meta principal, preservar todos os direitos do cidadão garantidos pela Constituição.

Com certeza, conquistamos caminhos que, sem dúvida alguma, iremos trilhar prazerosamente, sendo respeitados e livre daquela malfadada burocracia que sempre nos atormentou. Acredite: até aquelas tradicionais taxas que sempre foram a “marca registrada” de tantos governos corruptos, mas, que, lamentavelmente viraram regra, são recolhidas naquele aconchegante local.

Não costumo elogiar a conduta de nenhum político quando está no exercício do seu cargo, até porque, é raro (muito raro mesmo) encontrar algum que quando alcança o poder, cumpre tudo aquilo que prometeu enquanto estava ? “caça” dos votos para tal; no entanto, não tem como deixar de elogiar a postura de gestor público adotada pelo moço João Cury Neto ? frente da municipalidade. Dentre os muitos avanços que a cidade teve nos últimos três anos, essa unidade do POUPA TEMPO pode perfeitamente ser considerada como uma das maiores conquistas do seu governo.

Difícil é acreditar que já teve “oposicionista” tentando questionar o funcionamento dessa preciosidade. Haja paciência!

Parabéns, Senhor Prefeito Municipal, por estar levando ? risca tudo o que foi prometido ? nossa gente durante a campanha eleitoral.

Meu fraternal abraço desta semana é endereçado, exclusivamente, a uma leitora assídua dos meus “contos” nesta coluna: minha querida amiga Selma Basso, filha do saudoso “colega de estrada”, dos tempos da extinta FCMBB – Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu, Norival Basso.

{n/}Rubens de Almeida – Alemão
alemão.famesp@gmail.com