PARABÉNS PELO SEU DIA, MULHER “MIMOSA FLOR”

“… Agora chegou a vez vou cantar: mulher brasileira em primeiro lugar…”
Nada como começar um texto, ou melhor, uma carinhosa homenagem ? s mulheres de todo o universo, “cantando” uma música que foi sucesso absoluto, de norte a sul do país, num tempo que infelizmente ficou para trás (MULHER BRASILEIRA) e que era maravilhosamente bem interpretada por um dos maiores sambistas do Brasil, Benito Di Paula; afinal, neste dia 8 de março, o mundo inteiro festejou o DIA INTERNACIONAL DA MULHER.

Há muitos anos, nesta data sempre utilizo, como fonte de inspiração, para cumprimentar essas verdadeiras riquezas, uma história verdadeira, ocorrida no sertão nordestino, que transformou um homem violento, “dono” de um coração carregado de maldade (Virgulino Ferreira, o Lampião), num ser apaixonado que se rendeu aos caprichos e aos encantos de uma linda e sedutora mulher (Maria Bonita).

Aliás, na década de 70, essa marcante fábula, em que um homem mau por natureza se derrete a poesia da alma feminina, ofertou subsídios fortes para a composição de uma música que acabou sendo muito tocada em todas as emissoras de rádio do país e, mais ainda, para que uma brilhante cantora da Jovem Guarda (Amelinha), se transformasse num fenômeno nacional vendendo milhões de discos.

Quem não se lembra de um trecho dessa canção que, por longos anos, ficou na boca do povo brasileiro: “… se não fosse a mulher mimosa flor, a história seria mentirosa…”?

Evidentemente que teremos festa por todos os cantos deste Brasil Brasileiro, até porque, quando se fala em mulher, a maior riqueza da natureza, o respeito, a admiração, a esperança, o contentamento e, principalmente, o amor, falam muito mais alto.

Como tive a felicidade de não ser possuidor de um “coração de pedra” e ainda, de ser contemplado por ELE, o nosso PAI, com muitas dessas preciosidades que fazem a alegria de qualquer “marmanjo”, afinal, além de ter convivido, por muito tempo, com a minha saudosa mãezona Tereza de Almeida, que hoje mora no céu, ainda fui presenteado por Deus com uma esposa (Rose), três lindas filhas (Flávia Cristina, Fernanda Carla e Franceli Carolina), uma netinha (Ana Clara), outra que está a caminho (Luna) e muitas (muitas mesmo) amigas especiais, também estou em festas e, em clima de muita confraternização.

Como venho fazendo desde que recebi DELE um dos maiores prêmios nesta minha estada por este mundo passageiro, através da princesinha Ana Clara de Almeida Projante, minha netinha (foto), cumprimento todas as mulheres do mundo, muito especialmente, essas guerreiras brasileiras que, a cada dia que passa, vem conquistando espaços preciosos em todas as esferas deste país preconceituoso e injusto com a maioria da sua gente.
Parabéns, pelo seu dia, Mulher “Mimosa Flor”. Que o nosso Todo Poderoso continue fazendo com que você seja, cada vez mais, uma referência positiva na vida de todos nós.

Com muita satisfação envio o meu afetuoso abraço desta semana a um cidadão especial, assíduo leitor dos meus artigos, um dos maiores artilheiros do futebol botucatuense, com quem “desfrutei”, momentos não muito agradáveis na noite da última terça-feira, lá na nossa Associação Atlética Ferroviária: meu respeitável amigo José Ricardo da Silva, o sempre querido Ricardo da Gráfica Igral.

{n}Rubens de Almeida – Alemão
alemão.famesp@gmail.com