O QUE É A VIDA SENÃO UM JARDIM FLORIDO CHEIO DE ESPINHOS?

É, minha gente, esta nossa vidinha não tem mesmo explicação. Quanto mais tentamos entendê-la, ou mais experientes somos, mais perplexos ficamos diante dos seus revezes e permanecemos inertes, na estaca zero.

Meu fim de semana passado começou com muita alegria. Participei, junto com outros amigos (Cowboy, Pardal, Bruno, Dimas, Seu Pedro, Kleber, Valdir, Lobinho, Rômulo, Márcio, Boca, Mauricio, Alemão Paranaense, Lincon, Joelson Neguinho, Cidão, Elenilson, Edson Risadinha e Zequinha) de uma festa surpresa, na noite da última quinta-feira (08/01), que comemorou os mais de 80 anos de duas figuras expressivas do Distrito de Rubião Junior, meus amigos Francisco César (82) e Azor de Paula (81), realizada no salão de festas do Fundo Social dos Servidores da FM, HC e FAMESP – FUSS.

Nesta festança “rolou” de tudo. Muito churrasco, “redondinhas” de montão, carinho sem medidas e até músicas das boas ofertadas pelo talentoso cantor sertanejo Nivaldo Pereira e pelos pagodeiros Maurão, João Mineiro e Pé de Rodo. Pessoal, o Nivaldo canta demais. Mesmo sozinho e sem aparelhagem ele consegue cantar de forma idêntica à dupla Teodoro & Sampaio. Simplesmente espetacular!

Na sexta (09/01) a solidariedade mostrou sua “cara” e todos os dentes de um amplo sorriso, naquele mesmo espaço. O objetivo de um grupo de pessoas comprometidas com um mundo melhor e mais justo para todos, integrantes de um “time” de cidadãos do bem que se conversam diariamente pela Internet (Rodrigo Peres; Major PM José Semensati Junior; Marquinhos Zaneti; Cláudio Teixeira; Tenente Bruno; os PMs Laudo, Tonhão, Martim, Isaias, Brito, Luiz e Márcio; o grande Bebeco; Lucas Trombaco; Bruno César Pires; os “prudentinos” José Semensati, Marquinhos e Juninho), era presentear um garotinho, portador de câncer (graças a Deus está quase livre desse terrível mal) que sonhava ganhar uma festa de aniversário. Esta criança completou 7 anos naquele dia e a tão desejada festa de  aniversário foi incrível.

Foram mais de duas horas de uma festança encantadora com direito a tudo (bolo, brigadeiros, cachorro quente, beijinhos, salgadinhos, refrigerantes, sorvetes, palhaços, muitos – muitos mesmos – brinquedos), enfim, tudo aquilo que esse menino escreveu no pedido feito ao amigo Lucas Trombaco, Inspetor da Guarda Municipal.

Com muita satisfação compartilhamos uma tarde maravilhosa com um “punhado” de colegas da imprensa local que vieram prestigiar essa grande ação de solidariedade desencadeada pelos amigos do “BOLÃO”. Os colegas Vanderlei dos Santos, da nossa Rádio Municipalista; Rodrigo Amat Scala, colunista social do nosso “Diário da Serra”; o fotógrafo Murilo, representante do amigo Quico Cuter, do Acontece Botucatu; meu amigo Valter Contessoti Junior, filho do saudoso companheiro de causas benevolentes, Valter Contessoti e muitos outros deram um brilho ainda maior ao coraçãozinho daquele garoto guerreiro.

De mãos dadas e com o apoio de alguns empresários da cidade (Marcos Dalaqua, Donizeti Manzini, entre outros), não só fizemos uma festa muito bonita como, de um modo bastante carinhoso, realizamos o sonho de uma criança que luta desesperadamente para recuperar a saúde. Obrigado pelo abraço queridos amigos! Festejar algo dessa importância é o mesmo que ganhar um presente de Deus.

Como na vida ninguém sabe como será o seu minuto seguinte, eis que fomos (muita gente, não só aqueles amigos que festejaram esses dois encontros) surpreendidos com uma notícia desesperadora, horas depois de curtirmos momentos especiais: o falecimento da menina Maria Eduarda Rodrigues, a nossa Dudinha, a primeira criança a se hospedar nas Casas de Apoio da FAMESP. Com certeza todas as maravilhas com as quais nos deparamos e que alegraram o nosso coração, acabaram um pouco ofuscadas com esse inesperado acontecimento. 

Que tristeza! Quanto desespero! Que final de semana amargo! Quantas lágrimas! Foi difícil demais repassar essa fatalidade a todos os amigos que, de maneira muito afetiva, se abraçaram numa corrente pedindo ao nosso PAI que cuidasse desse anjinho de um jeito especial. Não deu. ELE entendeu que o melhor para aquele “pedacinho de gente”, uma verdadeira “pedra preciosa” para todos nós, inclusive, para as meninas do Projeto “MULHER FELIZ”, seria o seu colo. Quem somos nós para questioná-lo? Temos que aceitar a vontade DELE.

É, prezado leitor, assim é o dito popular: “não existe jardim, por mais florido, onde não existam espinhos”. Saímos felizes de uma festa de criança, um autêntico JARDIM FLORIDO e logo em seguida, poucas horas depois dessa felicidade, nos entristecemos porque nos deparamos com um desses espinhos que também fazem parte desse mesmo JARDIM FLORIDO chamado vida. Infelizmente perdemos uma jóia rara.

Que ELE, o nosso PAI oferte a todos os seus familiares, em especial, aos seus pais Rodrigo da Silva Grecco e Raiza Rodrigues de Oliveira, toda proteção necessária para suportarem esta triste partida.

“Nóis” que aprendemos a amar essa princesinha linda que, há mais de cinco anos, convive conosco, pedimos ao Todo Poderoso que nos conforte e nos dê forças para que possamos, mesmo com muitas saudades, continuar vivendo o hoje, até porque, o ontem (por sinal, muito trágico), certamente ficará para trás e o amanhã talvez não venha pra nós.

Com o coração quase que esfacelado, pois não foi nada fácil suportar os amargores desta nossa estada por este mundinho medíocre e hipócrita que, não deveria, em hipótese alguma, ser assim, envio um abraço carinhoso para as cinquenta e seis pessoas que me honraram com um cumprimento de PARABÉNS pelas colocações que fiz no meu último artigo desta coluna (A VISITA DO ILUSTRE MINISTRO DA SAÚDE, DOUTOR ARTHUR CHIORO FOI MUITO PROVEITOSA). De fato, eu peguei “pesado”; aliás. jamais vou compactuar com essas aberrações cometidas por pessoas que “se acham”, que querem ser os “donos da verdade”. Pra mim foram infelizes e incompetentes demais.

Através do ilustre Doutor Ubirajara Teixeira, eterno “chefe” da UTI Central do HC e um dos médicos mais comprometidos com a vida, que conheci em todo esse tempo que “estou” na UNESP, o primeiro leitor a se manifestar e, a respeitável senhora Jorgete Cury (que veio em seguida), deixo o meu muito obrigado a todos. Precisamos nos unir e acabar com essa “farra do boi” que determinadas figuras, travestidas de políticos “influentes”, utilizam para atrapalhar o bem estar da nossa gente.

Com carinho idêntico abraço outras importantes personalidades que compõem o meu valioso “conjunto” de amigos e admiradores: o Doutor José Renato Colognezi, meu amigo lá de trás, na saudosa FCMBB e o grande agro pecuarista da região, Eduardo Zago. Ambos têm a paciência de acompanhar, semanalmente, as minhas escritas, aqui neste precioso espaço.

Rubens de Almeida – Alemão

alemao.famesp@gmail.com