O FRIO NÃO É BRINCADEIRA!

Muito bonito e “pra” lá de verdadeiro o slogan da CAMPANHA DO AGASALHO 2013 (O FRIO NÃO É BRINCADEIRA) que tem como madrinha a “menina artista” Stefany Vaz, atriz da novela CARROSSEL do SBT e que teve o seu lançamento (por sinal, muitíssimo prestigiado) ocorrido na manhã do último dia 11 de abril, na sede do CRAS, na Rua Silva Jardim.
Sabemos que não é só a dor do frio que castiga muitos dos nossos irmãos menos favorecidos, porém, com ele a falta de roupas, agasalhos, cobertores e outras vestimentas adequadas, fruto da impossibilidade econômica oriunda dessa disparidade social desmedida com a qual nos deparamos neste rico e adorado país, sempre proporciona chances de congraçamentos solidários deste tipo – claro, que não tem como negar que a dor da fome e da miséria também caminham, lado a lado, com esta afronta chamada INJUSTIÇA SOCIAL.
Como sempre tive por princípio, me render ? boa intenção de pessoas que, a todo custo, tentam agregar forças para diminuir todas as mazelas que a nossa sociedade carente enfrenta no seu triste cotidiano, lá estive e, com muita satisfação, fui mais um entre os muitos participantes desse marcante encontro que, com certeza, “juntarᔠmuitos corações.
Desta forma e com o pensamento voltado, exclusivamente, nessa causa, junto de outros cidadãos do bem (o Prefeito municipal João Cury Neto e o seu vice Professor Antonio Luiz Caldas Junior; Paulo Renato da Silva, Chefe da Defesa Civil; Tenente Coronel PM Vagner Tardeli, Comandante do 12º BPM I; Capitão PM José Semensatti Junior, Comandante da 1ª Companhia do 12° BPM I; Sergio Luiz Bavia, Comandante da Guarda Municipal; Guttemberg Martins de Moraes, Subtenente do Tiro de Guerra; 1º Sargento do TG Berdeleu Aliboski; um “montão” de Secretários do governo municipal; diversos vereadores; grandes amigos que compoem a imprensa local e muita gente importante do nosso município) me rendi aos intentos da Primeira Dama Raquel Ferronato Cury.
Muitos dos presentes que tiveram a oportunidade de estar ? frente da platéia naquela solenidade teceram manifestações positivas em relação ? essa grandeza que não é realizada apenas em Botucatu, mas, em muitas cidades interioranas e até nas capitais brasileiras; obviamente que todos deixaram uma mensagem de apoio e incentivo ? campanha, no entanto, mais uma vez, o Prefeito João Cury voltou a fazer explanações com enfoque na necessidade dos nossos governantes atentarem para a importância da criação de empregos. Segundo ele, a miséria começa a se distanciar da nossa gente no mesmo tempo em que são criados empregos, empregos e empregos.
Maravilhosas também foram as colocações da Primeira Dama. Demonstrando um senso solidário enorme e dando mostras de que está gostando demais do trabalho que vem desenvolvendo ? frente do Fundo Social de Solidariedade, ela falou da importância das parcerias seladas, tanto na arrecadação que vai até o dia 10 de maio e terá postos de captação das doações nos supermercados, casas comerciais, escolas da rede pública e nos estabelecimentos bancários, além, é claro, do trabalho de porta em porta, bem como na coleta dos donativos, que contará com a colaboração da Guarda Municipal, Polícia Militar e de todo o efetivo do Tiro de Guerra; da importância da população em fazer doações de roupas infantis e, por fim, fez um apelo no sentido de que todos valorizem a qualidade e não a quantidade das doações ao final da campanha.
Como “voluntário de carteirinha”, devo confessar que hoje vejo a nossa simpática Botucatu muito mais solidária e menos sofrida do que em épocas passadas; sinto que as ações solidárias por aqui desenvolvidas são projetos fortemente sedimentados e estruturados. Todo evento filantrópico realizado pela nossa gente se transforma em sucesso absoluto. Se isso não bastasse, o desenvolvimento que a cidade vem conquistando nos últimos anos, diminuiu consideravelmente o número de famílias que sobreviviam em condições de desumanidade.
Por sinal, este importante requisito (crescimento e desenvolvimento da cidade) que acaba premiando quem aqui habita, sem sombra de dúvidas, coincide com os dizeres do amigo João Cury no seu discurso naquela manhã: “… emprego é o caminho mais curto para se viver com dignidade…”! Graças a Deus, no nosso município a fartura de empregos é a mais gostosa realidade vivida por todos os amantes desta maravilhosa “CIDADE DOS BONS ARES E DAS BOAS ESCOLAS”; aliás, está sendo divulgado na mídia local, que no próximo dia 30 de abril acontecerá, na Praça da Catedral, em frente a Prefeitura, das 9 ? s 18 horas, a 3ª FEIRA DO EMPREGO.
Parabéns, Primeira Dama, Raquel Ferronato Cury, pelo dinamismo com que agrega pessoas que fazem a diferença em empreitadas nobres (como esta) que, diga-se, visam, unicamente, ajudar aqueles que precisam.
Que esta campanha seja outra vez coroada de pleno êxito e que ao seu final, possamos mostrar o quanto o coração da nossa gente é generoso e que, de fato, somos um povo acolhedor e hospitaleiro. Parabéns a todos.
Aproveitando o ensejo, envio os meus cumprimentos ao Chefe da Defesa Civil do Município Paulo Renato da Silva, pelo brilhante trabalho que vem fazendo ? frente dessa importante pasta do governo municipal. Na manhã da quarta-feira que passou (17/04) no auditório “Ciro Pires”, este atuante profissional “prestou contas” da sua atuação nos últimos meses a autoridades presentes e, principalmente, aos seus inúmeros parceiros. Os resultados foram simplesmente espetaculares.
Meu afetuoso abraço desta semana é endereçado ? Doutora Érica Marcelina Cruz, MM. Juíza de Direito, da Comarca de Botucatu, autora do livro Recurso de Apelação. Essa mais nova preciosidade da terrinha é filha do casal de amigos, Nilza e Valdir Cruz, moradores do Distrito de Rubião Junior.
Com muita satisfação soube que esta “menina de ouro” que é, hoje, uma das maiores autoridades no nosso Estado, acompanha as minhas escritas semanais.
Com carinho idêntico abraço outros dois leitores assíduos dos meus “contos” semanais: meus amigos Professor Doutor Ismael Bonassi, um dos pioneiros da saudosa FCMBB – Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu e Nilceo Giacoia, um “pé de valsa” diferenciado que, por muito tempo, comandou os destinos de um dos clubes mais conceituados do interior paulista, o nosso BTC – Botucatu Tênis Clube.

{n}Rubens de Almeida – Alemão
alemao.famesp@gmail.com