JOÃO RECHE É O NOVO PRESIDENTE DO ROTARY CLUBE DE BOTUCATU “BONS ARES”

“ETA NÓIS”! Voltei às origens! É isso mesmo prezado leitor! Depois de ter mostrado toda minha insatisfação em relação ao descaso ocorrido durante a festa do Santo Casamenteiro e, também de ter contado um pouquinho da triste realidade vivida por grande parte da população brasileira nas minhas duas últimas colunas – por sinal, fatos que não me agradam em nada – nesta semana, prazerosamente, volto a utilizar este espaço para dividir com você, um “causo” bastante alegre que, inclusive, serviu para enaltecer as qualidades de um botucatuense extremamente comprometido com as coisas do bem.

Vamos lá. Com muita alegria recebi o convite para participar, na noite da última quarta-feira (01/07), de uma reunião na sede do ROTARY CLUBE DE BOTUCATU “BONS ARES”. Na oportunidade os integrantes deste clube de serviços, que têm expressiva atuação aqui na terrinha – em substituição à atual presidente Sônia Maria Del Gaudio Torrecillas, que naquela data encerrava a sua participação como máxima mandatária da entidade – num clima muito festivo (teve até um jantar apetitoso servido aos presentes), deram posse ao novo comandante desta simpática e atuante instituição.

Em meio à muitos aplausos, o ex-mecânico de manutenção de refrigeração (João Geladeira), atualmente um dos empresários mais bem sucedidos do ramo na cidade; um ser humano diferenciado que carrega em seu coração o precioso valor da solidariedade; um pai de família que demonstra o orgulho enorme que nutre pela sua esposa Cecilia, por seus filhos e netos; um cidadão de bem com a vida e que, inclusive, adquiriu ao longo do tempo, um número incalculável de amigos, João Batista Reche Severine, recebeu as honrarias por ser nomeado novo presidente do clube. Este leal amigo agora com a “braçadeira de capitão”, terá a incumbência de administrar o ROTARY CLUBE DE BOTUCATU “BONS ARES”, nos próximos 365 dias.

Esta não foi a primeira vez que tive o privilégio de estar presente em uma reunião desta grandiosa organização; no entanto, devo confessar que, naquela noite, a minha estada entre os inúmeros convidados e rotarianos (Marco Antonio Colenci, Doutor Minoru Sakate, Professora Michiko Sakate, Doutor Roberto Sogaiar, todos os Ex-Governadores do Rotary; André Rogério “Curumim” Barboza; Padre Orestes Gomes Filho; Renato Lumina Pupato; Cláudio Delgado; Alexandre de Souza – desde ontem o novo Presidente do ROTARY CLUBE DE BOTUCATU; Professora Maria de Lourdes Paolino, a querida Lurdinha; Plínio Romanholi; José Carlos Romão; vereador João Elias e muitos outros) teve um peso maior e me fez sentir uma felicidade muito mais legítima, visto que o cidadão que foi empossado neste cargo de tão acentuada envergadura é um “amigo irmão” que Deus colocou no meu caminho, há mais de quarenta anos e, nesse tempo todo, de mãos dadas, fizemos muito bem a nossa parte neste “mundinho” repleto de maldades, injustiças e mediocridades.

 Aliás, com as graças DELE, o nosso PAI, no início dos anos 90, juntamente com outros dois amigos (Luiz Rogério Bernardo Peres, atual Presidente da ACE/CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas de Botucatu e José Adelino Filho, o Japão da SABESP) sentimos a alegria em ver formada uma sólida corrente de quatro pessoas (Grupo de Amigos Voluntários) que, até os dias atuais (claro que, com muito mais integrantes atuantes) vem prestando atendimento à nossa comunidade carente.

O único propósito desse grupo de amigos sempre foi receber ajuda da nossa gente e repassá-la aos mais necessitados, consequentemente, amenizar, um pouquinho, a dor da fome, da miséria e da pobreza que, infelizmente, continua aterrorizando muitos dos nossos irmãos. Naquela época o meu amigo João Reche já dava mostras de que o seu modo de viver tinha muito a ver com o slogan rotariano: “… dar de si, sem pensar em si…”.

Parabéns, grande companheiro de dias e dias sofridos que enfrentamos neste nosso “caminhar” por este mundo injusto socialmente, pelo lindo, justo e merecido reconhecimento.

Querido amigo, nesta nossa vida, apesar de passageira, tudo (tudo mesmo) tem o seu momento certo. Nunca tive dúvidas de que um dia você receberia aquele “abraço de gratidão” do nosso Protetor, afinal, ELE, com toda a sua generosidade, nunca deixa de abençoar e motivar os seus filhos pródigos e esse cargo que ora está ocupando vai ao encontro do seu merecimento.

Outra maravilha que “chacoalhou” o meu coração foi a bonita (e também justíssima) homenagem prestada ao amigo e parceiro de causas do bem, Donizeti Manzini. Diante de muitos aplausos, essa figura maravilhosa da sociedade botucatuense (acompanhado da sua esposa Vera, da filha Aline e do genro Doutor Rafael Elias S. Pimenta) recebeu das mãos da Presidente cessante, Sonia Maria Del Gaudio Torrecillas, o título de COMPANHEIRO PAUL HARRIS FELLOW. Foi emocionante demais!

Enfim, fiquei bastante orgulhoso em participar de uma solenidade deste nível e, mais ainda, em presenciar dois grandes amigos serem homenageados e reconhecidos. Meus cumprimentos a todos os companheiros e companheiras do ROTARY CLUBE DE BOTUCATU “BONS ARES”, pela excelência com que tratam as causas que dão sentido a essa nossa vidinha passageira e incerta.

Aproveito toda a beleza e a importância deste “conto” que, por sinal, me fez relembrar de um tempo que, infelizmente, ficou para trás, para abraçar carinhosamente uma colega de trabalho de tempos idos lá na nossa inesquecível Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu, Professora Maria Inês Sogaiar. Com muita satisfação soube que essa amiga especial, uma das primeiras alunas da nossa saudosa FCMBB, é leitora das minhas narrativas semanais. Que coisa maravilhosa!

Com carinho idêntico abraço outra leitora assídua dos meus “contos” semanais: a senhora Georgete Cury. Obrigado pelas palavras Dona Georgete.

 

Rubens de Almeida – Alemão

alemao.famesp@gmail.com