INAUGURADA EM BOTUCATU UMA CASA DO AMOR E DA VIDA

Prezado leitor, ao longo do ano de 2013 (as cortinas estão se fechando como dizia o saudoso locutor esportivo Fiori Giglioti) muitos foram os momentos de aptidão literária que me inspiraram a produzir meus artigos semanais e imprimir minha opinião neste espaço. Não foram poucos os fatos marcantes ocorridos na cidade, como podem afirmar os que me acompanham através desta coluna.

Quem me conhece sabe, que prefiro deixar de lado as lamúrias, os temas indigestos, na tentativa de sempre olhar para o lado bom da vida. Obviamente, escrever assim, torna-se prazeroso, até porque, em quase todos os “causos” aqui contados, sempre sucederam manifestações positivas, palavras de incentivo e, mais ainda, cumprimentos dos mais variados pelo exercício de cidadania que, insistentemente tento praticar; entretanto, nesta semana, algo muitíssimo valioso ocorrido aqui nesta terrinha encantadora me encheu de orgulho, a ponto de pedir a Deus que tornasse esta minha criação ainda mais profunda.

Muito orgulhoso e com a certeza de que ELE, o nosso PAI é aquele que tudo vê, estive na última quinta-feira (05/12), na inauguração do CENTRO DE RECUPERAÇÃO DE DEPENDENTES QUÍMICOS, ou melhor, no CENTRO DE ATENÇÃO E REFERÊNCIA EM ÁLCOOL E DROGAS. Não consigo me esquecer do dia em que fui convidado pela primeira vez, pelo então Deputado Milton Flávio Lautenschlagger e pelo amigo Vanderlei dos Santos, para participar de uma reunião com pessoas do bem, que almejavam construir, em Botucatu, uma clínica para tratamento de dependentes químicos totalmente custeada pelo Estado. Hoje, aquele nosso anseio é uma gostosa realidade.

Que coisa bonita de se ver num dia totalmente ensolarado! Que beleza de inauguração! Lá estavam, além do Governador do Estado, Doutor Geraldo Alckmin (um dos maiores “botucudos” da história do nosso município), três Secretários do seu Governo (Bruno Covas, do Meio Ambiente, Eloísa de Sousa Arruda, da Justiça e Defesa da Cidadania e o “maestro” da Secretaria da Saúde do governo estadual, Doutor David Everson Vip) e um “montão” de autoridades botucatuenses e representantes da sociedade.

Por sinal, pessoas comprometidas com o desenvolvimento organizado da nossa querida “CIDADE DOS BONS ARES E DAS BOAS ESCOLAS”. Umas ligadas ao governo do grande líder João Cury Neto, outras, a diversos segmentos, mas que buscam, a todo custo fazer sua parte visando, unicamente, o bem da nossa gente. Acredite, até os índices que apontam, já há alguns anos, que a nossa cidade é uma das melhores para se viver bem e com segurança em todo o Estado foram citados naquela manhã. O governador de todos os paulistas parou o seu pronunciamento para elogiar as forças de segurança do município (as policias civil e militar e a guarda municipal), pelo brilhante trabalho que vêm desenvolvendo em prol do bem estar da nossa gente. Parabéns, Botucatu!

Está certo, certíssimo, o nosso governador quando diz que essa maravilha, que contará com 250 profissionais especializados em seu quadro de servidores; que tem a capacidade de receber 75 pacientes (homens, mulheres e crianças) e que será “gerenciada” pelo nosso Hospital das Clínicas (mais um desafio afronta a bonita trajetória da vida profissional do competente amigo unespiano Emílio Carlos Curcelli, Superintendente do HC) pode ser comparada a uma autêntica “CASA DO AMOR E DA VIDA”, tal sua importância, por ser a única em todo o Estado. É isso mesmo senhor governador. Com certeza, quem tem algum familiar militante desse “mundo maldito” (infelizmente, não são poucos) conseguirá entender a sua mensagem.

Enfim, eu, que três semanas atrás, tive a grata satisfação de participar da solenidade de entrega de outro “baita” empreendimento social do governo municipal: a Creche do Rio Bonito, ocorrida no dia 24 de novembro (infelizmente, ainda não encontrei espaço para contar esse lindo “causo” aos meus acompanhantes), de novo, “volto pra casa”, certo de que, “nóis”, (a população de Botucatu), felizmente, não está ? mercê desses picaretas (alguns, já atrás das grades) enrustidos de políticos. Graças a Deus, estamos bem distantes dessas aberrações e desses casos nojentos e inadmissíveis que vêm (des) norteando a classe política em nível nacional.

Parabéns, a toda população botucatuense, muito especialmente aos amigos Doutor Milton Flávio e Vanderlei dos Santos, que sempre lutaram para que tivéssemos em Botucatu uma prestação de serviços de qualidade voltada, exclusivamente, para os dependentes de álcool e drogas, pela imensurável conquista. Vamos em frente minha gente! Certamente, a continuarmos nesse ritmo de crescimento, com sólidas parcerias, a exemplo da FAMESP, Hospital das Clínicas, Prefeitura Municipal e Governo do Estado, logo, logo, nossa cidade poderá ser considerada a nova Capital Nacional da Saúde.

Reservei todo o carinho deste “conto” para enviar um abraço especial a uma das pessoas mais caridosas e solidárias da nossa querida Botucatu, que, para meu orgulho, é leitora dos meus artigos e acompanha, dia após dia, todo o meu “caminhar” por este mundinho passageiro: minha querida companheira de luta em prol do melhor para todos, Edith Salvador Antunes Ribeiro, a Dona Edith da nossa APAPE – Associação de Pais e Amigos de Pessoas Especiais.

Com carinho idêntico abraço outra figura diferenciada no mundo da política nacional; um cidadão especial, com quem partilho uma boa amizade desde os tempos do saudoso Comercial FC e que, para minha satisfação, também é leitor dos meus “causos” semanais: meu amigo Gil Morato, digno Prefeito Municipal da cidade de Anhembi.

Querido Gil, obrigado pelas palavras de elogio ? minha conduta como cidadão. De fato, ELE, o Protetor do Mundo, está sempre ao meu lado dando diretrizes no sentido de que eu fortaleça, cada vez mais, esse jeito prazeroso de bem viver gostando das pessoas.

Rubens de Almeida – Alemão
alemao.famesp@gmail.com