DESTA VEZ, OS APLAUSOS VÃO PARA A SERESTA DA “ASSOCIAÇÃO”

Olá minha gente, é demais prazeroso poder “falar” um pouco da dança de salão, que, a cada dia que passa, conquista mais e mais o gosto de uma imensidão de pessoas da sociedade botucatuense, em especial, daqueles que adoram “arrastar o pé”.

Tenho acompanhado, bem de pertinho, não só a evolução deste esporte, mas principalmente, como os dirigentes das entidades sociais da cidade (A.A. Botucatuense, A.A. Ferroviária, Botucatu Tênis Clube, Nova Aurora, Dragões da Vila, etc.) têm cuidado e oferecido oportunidades para que o engrandecimento de uma maravilha, carinhosamente chamada de seresta, atinja, cada vez mais, um ponto de destaque na coletividade botucatuense.

Pois bem, com muita satisfação curti algumas horas deliciosas, no último sábado (30/07) lá na nossa querida Associação Atlética Botucatuense, num “arrasta pé” muitíssimo animado.

Foi maravilhoso poder partilhar algumas horas de dança e divertimento ao lado de grandes amigos. Logicamente que, como participante de quase todos os eventos dançantes realizados na cidade, imaginava que aquela seresta fosse tão somente mais um baile de final de semana, no entanto, o que vivenciei no salão social da nossa querida “veterana” da Avenida Dom Lúcio, foi algo muito maior do que um possível encontro de “astros do salão”.

Primeiramente quero parabenizar o departamento social do clube da “Estrela Solitária”, na figura dos Diretores, João Bosco Antunes e Paulinho Pirula, por ter contratado um conjunto musical do quilate da BANDA TROPICALIENTE para animar a noite. Os músicos dessa corporação musical, da capital paulista “arrebentaram” durante todo o transcorrer da noite; cantaram tudo e mais um pouco para todos os gostos. Aliás, a vocalista Ana conseguiu fazer a diferença; em todas as seleções “comandadas” por ela, a pista de dança extravasou e “pediu passagem” como se diz na gíria daqueles que adoram um bom baile.

Outro ponto positivo da noite aconteceu durante o intervalo da Banda. Momento em que os diretores da “Veterana” fizeram o tradicional sorteio de brindes aos presentes. Muitos foram os prêmios distribuídos, porém, o grande presente da noite veio de um propósito que visa, unicamente, fortalecer a união existente entre os dois tradicionais clubes botucatuenses (Ferroviária e Associação): um seresteiro foi contemplado com uma mesa para a seresta do Dia dos Pais, que será realizada no próximo dia 14 de agosto na Ferroviária.

Poucos sabem que alguns diretores da “veterana” e do tricolor botucatuenses vêm lutando arduamente, há algum tempo, para que as duas agremiações promovam em parceria alguns de seus eventos, especialmente, aqueles tradicionais e de grande porte como os bailes de Carnaval e do Caribe, entre outros.

Enfim, ‘nóis” que adoramos participar de festanças assim, não temos outra coisa a fazer senão aplaudir e parabenizar todos os dirigentes da “veterana” por terem oferecido aos seus associados, mais uma vez, uma noite encantadora e cheia de coisas boas.

{n}Rubens de Almeida – Alemão
alemao.famesp@gmail.com{/n}