Colégio La Salle: Um exemplo a ser seguido!

lasalleEnquanto por esse Brasil afora muitos ensinamentos nos envergonham, afinal, todo dia tem um “cidadão” do alto escalão da sociedade brasileira que é preso suspeito de cometer algum tipo de crime e, na maioria das escolas do ensino fundamental I e II, as nossas crianças sequer tem recursos suficientes para aprender adequadamente o “beabá”, sobretudo como se exerce a cidadania (já que maus exemplos não nos faltam), aqui na nossa hospitaleira Botucatu uma instituição de Ensino renomada (o colégio La Salle) já há algum tempo embutiu nas atividades das crianças esta importante prática na formação do cidadão: o exercício da cidadania. Meu Deus do céu, aqui no Brasil, nos dias de hoje, existem OPERAÇÕES para desbaratar todos os tipos de delitos (a linda Curitiba, capital do Estado do Paraná que o diga!); por sinal, os agentes da Polícia Federal nunca trabalharam tanto como de um ano e meio para cá. O Doutor Sérgio Moro, nem se fala! Quiseram até afastá-lo do cargo logo após o “home” mandar buscar o ex-presidente Lula para depor! Eta Brasil Brasileiro! Nunca se viu tanto desgoverno, desmando e criminalidade no “mundo das gravatas”.

Pois bem, vamos às coisas boas que, inclusive me proporcionaram inspiração para o esboço deste meu “causo”. Pelo segundo ano consecutivo, o Grupo de Amigos Voluntários, bem como as Casas de Apoio da FAMESP recebem uma grande quantidade de donativos oriundos de uma gincana realizada pela PAJULA – Pastoral da Juventude Lassalista, do Colégio La Salle. Alimentos, roupas, sapatos, cobertores, leite, artigos de higiene pessoal, enfim, tudo aquilo que faz a diferença neste mundo totalmente injusto. Como é prazeroso ver alguém se interessar pelo bem das pessoas, muito especialmente, por uma vida menos sofrida de quem vem enfrentando dificuldades de sobrevivência! É mais gostoso ainda saber que este alguém é um ser em formação, ou seja, uma criança. Meus amigos, graças a essa brilhante iniciativa dos educadores do La Salle – por sinal, um colégio muito bem dirigido pelo Professor José Vendelino Flach – tendo à frente sempre a estimada Professora Nilcea Arruda, ganhamos mais de mil quilos de alimentos não perecíveis; próximo de trezentos litros de leite longa vida; mais de cem cobertores e edredons; um “punhado” de produtos de higiene pessoal e mais de mil peças de roupas. Glória! Que belo exemplo de solidariedade! Tão logo essas doações foram entregues, uma comitiva de garotos e garotas, alunos do colégio, vieram visitar as nossas casas de apoio. Foi outra festança! Aliás, essa “empreitada” não poderia ser concluída de outra maneira, até porque esses jovens adolescentes tinham que perceber a noção da importância das suas atuações.

Foi muito positivo. Antes dos meus cumprimentos à toda direção do La Salle, quero aproveitar o ensejo e deixar no ar uma modesta ideia aos nossos gestores da Educação aqui na terrinha: que tal a Secretaria de Educação do Município, bem como a Coordenadoria de Educação do Estado sugerir aos seus subordinados que têm a missão de cuidar dos estabelecimentos de ensino da cidade, atitudes dessa natureza para imbuir o sentimento de partilha em todos os alunos? Seria ou não um caminho bem curto para sairmos desse marasmo que envolve as nossas crianças no ensino público? Não seria uma ótima opção para a formação de cidadãos de bem? Já que o exemplo não vem bem, de onde deveria vir… “Bão”, agora, como falei em cidadania, quero como CIDADÃO EMÉRITO que sou desta cidade encantadora carinhosamente apelidada “CIDADE DOS BONS ARES E DAS BOAS ESCOLAS”, cumprimentar um a um, todos os professores, inspetores e diretores desta valiosa instituição de ensino e, principalmente, a sua riqueza maior, seus alunos, pela “baita” demonstração de cidadania e amor ao próximo que evidenciaram em mais um ano. Que seja esta, mais uma, dentre as muitas que certamente virão pela frente. Parabéns queridos amigos e amigas! Envio o meu fraternal abraço desta semana a dois “botucudos” de carteirinha que, além de leitores dos meus “contos”, me acompanham cotidianamente: meus amigos Jorge Aguiar, um dos “boleiros” mais dedicados do nosso futebol e o Major PM José Semensati Junior, aniversariante do último dia 30.

Rubens de Almeida – Alemão
alemão.famesp@gmail.com