BOTUCATU, 156 ANOS TRILHANDO POR CAMINHOS DO CRESCIMENTO.

Nesta quinta-feira, 14 de abril, a nossa querida e acolhedora “CIDADE DOS BONS ARES E DAS BOAS ESCOLAS” festeja os seus 156 anos de emancipação política em meio a uma programação festiva, grandiosa que, inclusive, contará com um show de um dos maiores astros da música brasileira: o cantor Daniel.

Prazeroso demais poder contar um pouco das coisas que vem ocorrendo na nossa “casa”, aliás, nos últimos anos, a sempre hospitaleira e solidária Botucatu vem exibindo um crescimento admirável.

Quem não se lembra dos tempos em que a economia da cidade dependia unicamente da extinta Estrada de Ferro Sorocabana? Hoje, além da UNESP, sem sombra de dúvida a “mola mestra” que impulsiona o desenvolvimento do nosso município e transforma a cidade num “cantinho” gostoso para se viver, temos indústrias de grande porte (Duratex, Eucatex, Induscar Caio, Embraer, Centro Flora, Tecnaut, LTM e muitas outras) e três redes de Supermercados (Central, Jaú Serve e Pão de Açúcar) que contribuem sobremaneira para esse progresso.

Dentre as muitas riquezas que conquistamos nos últimos tempos, podemos perfeitamente citar o nosso Hospital das Clínicas. Esse complexo hospitalar que num passado não muito distante vivia envolto a crises de todos os tipos e hoje, graças ao arrojo de dirigentes sérios e comprometidos, transformou-se numa enorme potência hospitalar, sem sombra de dúvidas, é a “menina dos olhos” de todos os botucatuenses.

Se por esse Brasil afora a Saúde Pública está na UTI, por aqui, não podemos dizer o mesmo. Graças ? estrutura (em todos os aspectos) do HC, não só os botucatuenses, mas a população da nossa vasta região recebe um atendimento de qualidade nessa importante instituição hospitalar, atualmente, ligada a Secretaria de Estado da Saúde do governo paulista.

E dos nossos pontos turísticos: “Véu da Noiva”, Morro de Santo Antonio em Rubião Junior, Gigante Adormecido, Largo da Catedral, Cachoeira da Marta, a maravilhosa “Fazenda” Lageado, Sede da Faculdade de Ciências Agronômicas, outra formosura da UNESP, entre outros, o que podemos dizer? Só coisas boas, afinal, beleza é ou não fundamental? Com certeza, na medida em que a cidade cresce, obviamente, esses recursos naturais de que somos dotados fortalecem ainda mais o encanto e o charme de nossa cidade.

Agora vou “falar” do que mais admiro: a generosidade da nossa gente.
SOLIDARIEDADE SE FAZ POR AQUI como diz um jingle de uma poderosa emissora de televisão. Há quase duas décadas aprendi a admirar a grandeza do povo botucatuense. Entra ano e sai ano e “nóis” juntamente com outros amigos, muito frequentemente convidamos a população para diversos desafios que norteiam esse mundo maravilhoso chamado SOLIDARIEDADE. Em todas as ações realizadas, o resultado sempre foi acima do esperado, ou melhor, sucesso absoluto.

Já virou tradição a realização das campanhas “VAMOS AQUECER A CIDADE” que arrecada cobertores no inverno, a “CAMPANHA DOS BRINQUEDOS”, próximo do Natal e aquelas que são desenvolvidas sempre que acontecem fatalidades em alguma cidade brasileira. Nessas empreitadas a imprensa local tem exercido um papel muitíssimo importante.

Parabéns Botucatu pelos seus 156 anos de profícua existência e, mais ainda, por ser uma cidade que venceu o crime.

Meu carinhoso abraço desta semana é endereçado a uma pessoa muitíssimo especial que Deus colocou na minha vida, há mais de vinte anos e que, certamente, fará a alegria de muita gente na festa de aniversário da cidade: meu prezado amigo José Daniel Camilo.

Querido Daniel, dias atrás, com muito saudosismo, lembrei-me de alguns lances engraçados ocorridos naquela venda de CDS que fizemos em prol da APAE, nos anos 90, quando você fazia dupla com o inesquecível amigo João Paulo.