BELÍSSIMA FESTA EM COMEMORAÇÃO AO DIA DO AGRICULTOR

Prezado leitor, primeiramente lhe peço desculpas por, somente agora, trazer a você todos os bonitos lances que tive oportunidade de vivenciar da festa programada para comemorar mais um DIA DO AGRICULTOR, realizada na tarde do último dia 2 de agosto, na luminosa Colônia Santa Marina, mais propriamente, no Clube Kaikan.

Como é do conhecimento de todos aqueles que compõem essa grandiosa comunidade de agricultores, a CATI Regional de Botucatu (que agrega 11 cidades da região), pelo segundo ano consecutivo, promoveu essa autêntica festança com um caprichado churrasco de carneiro, porco no rolete, muitas cervejinhas, doces de frutas, sorvetes e sorteios dos mais variados.

Ao longo de toda aquela tarde, muitas músicas de primeira foram oferecidas aos presentes pelos meninos Anderson e Adson (filhos do grande amigo Alcides da Vila dos Médicos) e pelas meninas Micheli e Caroline, que estavam representadas por um importante componente de um programa social que é executado na cidade de Pardinho, meu grande amigo e admirador das minhas atribuições com Deus, o pardinhense, Sérgio Vieira. Por sinal, esses jovens talentos da música raiz fizeram a diferença e foram os expoentes da festa.

Pena que o momento também foi oportuno para “acolher” convidados políticos, não só de Botucatu, mas de todos os municípios que nos circundam; entretanto, pela seriedade dos organizadores desse “baita” congraçamento, a presença dos concorrentes a cargos eletivos acabou fortalecendo ainda mais, os bons intentos dos representantes dessa respeitável categoria, já que nas reuniões efetuadas antes da abertura da solenidade, entre os agricultores e os possíveis representantes do povo nas prefeituras, muitos acordos acabaram sendo fechados. Bom para todos!

Evidentemente que esse acontecimento histórico para toda a comunidade da Agricultura Regional não ficou somente ? mercê dos “prefeituráveis” e dos candidatos a vereadores. Muita gente importante na região e outras personalidades comprometidas com o crescimento e desenvolvimento da nossa agricultura prestigiaram, com sua presença, esse evento grandioso, diferenciado e “pra” lá de motivador para quem defende com insistência, a importância da agricultura no dia a dia de todos nós brasileiros.

Com muita alegria, por algumas horas, presenciei muita coisa interessante, nos mais vários ambientes daquele empreendimento associativo, muito especialmente, no belo salão social da Associação Botucatuense de Cultura Japonesa. Por onde passava, encontrava amigos especiais e pessoas que fizeram história na nossa encantadora CASA DA AGRICULTURA.

Mário De Piere (o eterno voluntário do Educandário Joana D’ Angelis), Donizetti Manzini, Gustavo Aguiar, Carlos Aparecido Ereno (o simpático amigo da loja “Carlito Colchões”), Vicente Ferraudo, Doutor Antonio Soares da Costa Neto, Doutor Celso Olindo, Professor Fred Pimentel, José Ferruccio Varoli Aria, Marcio Campos (o grande “Moscou”), Flavinho Silva, Alfredo Chaguri, Mário Fumis, Cláudio Vivan (atual diretor da CATI), Zé Carlinhos (ex prefeito de Bofete), Jaime Contessoti Junior, Ferdinando César Lunardi, o sempre adorado e conceituado Professor José Maria Leonel (um dos pioneiros da agricultura botucatuense), além, é claro, de inúmeros Professores da Faculdade de Ciências Agronômicas e da FATEC – e, muitos outros que, infelizmente, fugiram a memória – foram alguns dos muitos amigos com os quais compartilhei uma tarde prazerosa e muito festiva.

Enfim, temos que louvar, não só a união desse grupo que está ? frente da CATI Regional, mas, principalmente a maiúscula contribuição dada por todos os envolvidos na organização deste evento, muito particularmente, o amigo Anivaldo José dos Santos, o querido Chita, do “CHITA EVENTOS” e o pessoal da recepção aos convidados na portaria do clube. Sem dúvida alguma, essa festa foi grandiosa, organizadíssima e muito prestigiada!

Parabéns, queridos amigos agricultores pelo seu dia e, por tão distinta festa ofertada a todos nós que lá estiveram.

Pena que neste mesmo dia outro empreendedor, admirado em toda a nossa Universidade Estadual Paulista – UNESP nos deixava para ir morar no céu, ao lado do Senhor, o nosso amigo de longa data, José Vicente Fortes. Quis Deus que esse competente profissional (que, orgulhosamente fui seu subordinado) encerrasse o seu ciclo entre nós, exatamente num dia festivo como este. Sem comentários, afinal, a vida é mesmo assim. Descanse em paz, grande companheiro Fortes.

Meu fraternal abraço desta semana é endereçado a um amigo que ELE me ofertou, há longos anos, que além de companheiro inseparável, acompanha semanalmente todas as minhas narrativas nesta coluna: meu “compadre” Silvio Bis.

Com o mesmo carinho abraço outro expoente do meu riquíssimo rol de amigos: o Professor Onivaldo Bretan, otorrinolaringologista dos bons e um dos mais ferrenhos defensores da vinda, a Botucatu, do Centro de Reabilitação “LUCY MONTORO”. Para quem não sabe o Professor Onivaldo foi uma das “peças chave” na montagem deste brilhante e necessário programa do governo estadual.

{n}Rubens de Almeida – Alemão
alemao.famesp@gmail.com