A ILUSTRE VISITA DO DEPUTADO MILTON CASQUEL MONTI

O reencontro do nosso representante na Câmara Federal, Deputado Milton Casquel Monti, na manhã da última segunda-feira (18/01), nas dependências da Diretoria da FMB, foi bastante festejado entre os participantes que o promoveram ( Professores Pasqual Barretti e Maria Cristina Pereira Lima, Diretor e Vice da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB); Antonio Rugolo Junior, Diretor presidente da Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar – FAMESP e André Balbi, Chefe de Gabinete da Superintendência do Hospital das Clínicas) e, porque não dizer, saudoso, pois há longos cinco anos, este parlamentar, que sempre prestou relevantes serviços ao nosso HC, não nos visitava. 

Minha gente, como pode um Deputado, ferrenho representante e "campeão" na criação de emendas em prol de uma “Casa de Saúde” que "abraça" a população de um “montão” de cidades da nossa vasta região e que, graças aos seus esforços, nesses cinco mandatos como Deputado Federal, transformou-se no maior padrinho de tudo o que se faz por aqui, ficar esquecido numa administração antidemocrática (como funcionário pioneiro, graças a Deus, nem me lembro mais dessa gestão), que sequer teve a cordialidade de convidá-lo para a inauguração do seu novo prédio, ocorrido há mais de quatro anos? Sem comentários! São coisas estúpidas oriundas de maus gestores entranhados em instituições públicas que culminam com essas falhas, próprias de pessoas incompetentes e despreparadas que, equivocadamente, são chamadas para assumir funções para as quais são incapazes. Felizmente o tempo (afinal, um mandato de quatro anos passa rápido demais) se incumbe de dar, a essas pessoas, o destino que merecem.

“Bão”, desabafos feitos, vamos ao que me propiciou inspiração para chegar até você, prezado leitor. Prazerosamente fui convidado para acompanhar a visita do ilustre Deputado Federal Miltinho Monti ao Campus Universitário da UNESP em Rubião Junior, mais propriamente a FMB. Além de acompanhar o meu amigo Miltinho, ainda tive o privilégio de participar de uma reunião importantíssima, cujo objetivo era discutir e obter apoio do Deputado em relação aos problemas que vêm castigando, dia após dia, não só o Hospital das Clínicas, mas a sua “mola propulsora”, a FAMESP e a Faculdade de Medicina. 

Evidentemente que um “bom papo” teria de acontecer, até porque esse homem público que dispensa comentários, sempre teve livre acesso ao nosso Campus, em especial ao Hospital das Clínicas. Não deu outra! Em uma conversa de pouco mais de uma hora e meia na Diretoria da FMB, muitos acordos que envolvem o bem estar dessas três Instituições acabaram firmados. Aliás, sinto que precisarei “voltar atrás” no que sempre pensei do transporte aéreo, pois serei mais um na comitiva que se deslocará até Brasília no mês de fevereiro, para uma conversa com o Ministro de Estado da Saúde Doutor Marcelo Castro, sobre as dificuldades enfrentadas pelo HC há mais de uma década: o reajuste e o aumento do TETO do SUS.  Além dos problemas referentes ao financiamento do HC, a Filantropia da FAMESP (a Fundação presta um serviço de muita qualidade aos usuários do HC; as quatro Casas de Apoio é o maior exemplo) que, como o aumento do TETO, está “indo e vindo” sem solução, há muito tempo e uma outra reivindicação (o sonho de campanha da dupla “Pasqual/Kika”, nas últimas eleições para a FMB), a criação de uma Faculdade de Enfermagem, serão discutidas nessa nossa ida a Brasília.

Conhecendo o talento, o arrojo e o comprometimento do meu amigo Miltinho Monti – por sinal, Deus sempre colocou no meu caminho, políticos honrados (João Cury Neto; Doutor Fenando Capez; Fernandinho Cury, são alguns) e não esses picaretas da pior espécie que falam, falam e nada conseguem dizer, não tenho dúvida nenhuma de que dias melhores virão à comunidade unespiana. Também estou sentindo que tudo aquilo que foi conversado (em forma de promessa) durante as reuniões de campanha que elegeram o mestre Pasqual e a Doutora Kika, na FMB, está sendo cumprido e levado a sério. 

Enfim, parabéns a todos esses dignos diretores dessas três Instituições que, como outras, por esse Brasil afora, estão sendo penalizadas pela incompetência de um governo SEM LIDERANÇA. Com certeza, esse abraço que “juntou” de uma só vez, dirigentes do HC, FAMESP e FMB, com apoio do Deputado Miltinho Monti trará muitos frutos a todos “nóis”.

Nada como uma amostragem desta, onde três forças vivas que compõe grande parte de tudo o que é de bom dentro do Campus Universitário da UNESP de Rubião Junior, estão juntas pelo bem comum, para cumprimentar todos os integrantes do Grupo de whatsapp, AMIGOS DO BEM (mais de cem pessoas), pelo sucesso que alcançaram na campanha de uma arrecadação que visava, unicamente, ajudar as famílias do Distrito de Vitoriana que foram castigadas pelas fortes chuvas que caíram no município no último dia 12. 

Como a Prefeitura Municipal e a Defesa Civil do Município não conseguem, por força da legislação, atender determinados pedidos da população nesses casos (por exemplo, móveis e outros utensílios duráveis), “corremos” atrás disso e, mais uma vez, a nossa gente “se deu às mãos”. Ganhamos muitos fogões, guarda-roupas, camas, geladeiras, televisores, enfim, tudo o que esses nossos irmãos viram ir por “água abaixo”. Um caminhão “lotadinho” de móveis desceu a serra ao encontro das famílias vitimadas pelo temporal daquele dia. Glória!

Tendo à frente um “menino de ouro” da nova geração deste “Mundo da Solidariedade”, Lucas Trombaco, assessor direto do Deputado Fernadinho Cury, entregamos tudo de maneira bastante organizada. Aliás, a Associação de Moradores do Distrito de Vitoriana, presidida já há alguns anos, pela unespiana Ondina Silvia Cotrin, foi uma referência positiva no desenrolar desta ação benevolente. A AMVI trabalhou, lado a lado conosco no momento da entrega de todas as doações.

Meu fraternal abraço desta semana é endereçado, exclusivamente, a cinco parceiros das causas do bem, todos leitores frequentes dos meus textos aqui publicados, que nos fizeram companhia nesta bonita AÇÃO DE CIDADANIA: meus amigos Donizeti Manzini (que, inclusive cedeu o caminhão para o transporte das doações), o seu motorista Jamil Murback e os voluntários, Armando Malveira da Costa; Anderson Eduardo Moreno e o “goiano de carteirinha”, Carlinhos Alberto “Gamela” Alves da Silva.

Rubens de Almeida – Alemão

 alemao.famesp@gmail.com