A GENEROSIDADE DO POVO BOTUCATUENSE CONTINUA EM ALTA

Prezado leitor, confesso que assuntos a serem abordados nesta coluna semanal não me faltariam: a criação da TV CÂMARA em Botucatu, por exemplo. Não menos feliz eu ficaria, se utilizasse este costumeiro espaço, para novamente, expressar-me acerca de um dos acessos ao Campus Universitário da Unesp, a Rodovia Domingos Sartori, principalmente depois da proveitosa reunião ocorrida na Prefeitura Municipal, entre o Prefeito Municipal, João Cury Neto, representantes da concessionária que administra aquela via e grande parte de usuários. Aliás, depois desse encontro, nada de novo aconteceu naquele concorrido trecho, a não ser a “instalação” de radares eletrônicos. Lamentável!

Com certeza, qualquer um desses temas já seria suficiente para cumprir com brilhantismo o meu compromisso frequente, no entanto, por ser um amante declarado das coisas do bem optei por deixar as polêmicas de lado e mostrar os frutos das ações benevolentes realizadas por um ser maravilhoso, que trabalha todos os domingos, no seu empreendimento, situado lá nos altos da Cohab I, mais precisamente no Convívio, somente para ajudar o próximo.

Estou falando do amigo Waldemar Domingos Junior, o “Pequeno”, proprietário da Chácara “Recanto da Paz”, um dos lugares mais bonitos da nossa querida Botucatu. Acredite, este moço, junto de sua família, organiza eventos beneficentes dos mais variados (bailes, corrida de charretes, rodeios, etc) todos os domingos e os participantes (não são poucos) não pagam ingresso para adentrar o recinto, apenas contribuem com um quilo de alimento não perecível. Esses donativos são endereçados a instiuições sociais da terrinha. Que maravilha!

Quis Deus que as Casas de Apoio da Famesp, bem como o programa de atendimento a pessoas carentes do município, desenvolvido há anos pelos integrantes do Grupo de Amigos Voluntários, fossem contemplados (todos os meses) com os frutos advindos dessas ações: por sinal, atitudes louváveis que merecem todo tipo de elogios. Somente nesta semana recebemos uma tonelada e meia de mantimentos.

Outra notícia encantadora que recebi por mensagem eletrônica e que tem tudo a ver com solidariedade, também conseguiu “sacudir” a minha sólida estrutura de vida. Com muita satisfação recebi a informação da atual Presidente do LIONS CLUBE DE BOTUCATU, senhora Ângela Sancinetti, que os seus colegas leoninos se mobilizarão em favor de uma mega campanha em prol dos pacientes que estão hospedados nas quatro Casas de Apoio. Chegaram até a pedir sugestão dos itens mais necessitados. Coisas que só acontecem nesse mundo da generosidade e da solidariedade; graças a Deus, um universo que recebe cada vez mais adeptos aqui em nosso município.

Os integrantes desse “time”, que em anos anteriores (ainda na gestão do amigo Doutor Antonio Zuliani) já haviam nos presenteado com produtos arrecadados em campanhas idênticas – artigos de higiene, fraldas, brinquedos, leite em pó e outros mais – de novo mostram, através de atitudes de bondade e amor ao próximo que, de fato, a solicitude da nossa gente continua em alta.

Aproveito a oportunidade para convidar todos os colegas da presidente Ângela, bem como os de outros clubes de serviços para nos visitar e conhecer de perto o comprometimento que a FAMESP tem com os “hóspedes” das Casas de Apoio.

Parabéns, querido amigo “Pequeno” por tanta dedicação em favor dos nossos irmãos menos favorecidos. Com certeza, aquele pouquinho a mais, que é oferecido aos que necessitam de ajuda é sempre muito oportuno.
Parabéns, na mesma medida, aos caros amigos desse “baita” clube de serviço chamado LIONS CLUBE DE BOTUCATU, pela elegância com que tratam as coisas nobres e por dispensarem ? s instituições assistenciais da cidade um cuidado muito mais que especial.

Meu fraternal abraço desta semana é endereçado ? equipe da Revista UP CUESTA, muito especialmente aos amigos Edgar Marcos Pain, Paulo Goes e Anderson Silva. Esses ilustres profissionais tiveram a coragem de mostrar aos seus leitores (com direito ? manchete) um pouco da minha trajetória de vida. Obrigado pelo carinho, prezados amigos. Graças a Deus e a vocês, recebi muitos elogios da nossa gente.
Com o mesmo carinho abraço uma leitora encantadora e assídua dos meus “causos” aqui narrados: a queridíssima senhora Maria Amanda Pires de Campos Guimarães, a sempre atenciosa e solidária Professora “Mana”.

Como na vida nem tudo são flores, com o coração bastante apertado, abraço todos os familiares do meu amigo Dudu Silveira e dos irmãos Grizzo.

Lamentavelmente, na última quarta-feira (30/10), uma pedra preciosa dessas duas tradicionais famílias (a menina Maria Cristina Grizzo da Silveira) nos deixou prematuramente para ir morar no céu. Queridos amigos, que ELE, o nosso Todo Poderoso propicie a vocês todo conforto necessário para superarem a triste dor da partida de um ente tão querido como a querida Cristina.

Rubens de Almeida – Alemão
alemao.famesp@gmail.com