A FAMESP ENTREGA OUTRA OBRA IMPORTANTE E NECESSÁRIA AOS USUÁRIOS DO HC.

Mais uma vez a Famesp conseguiu “juntar” muitas personalidades da terrinha na festa de entrega de mais um empreendimento de humanização aos usuários do Hospital das Clínicas da Unesp.

Uma confortável Sala de Espera (bastante arejada, inclusive, com TV e capacidade para acomodar 60 pessoas) e um Refeitório (também aconchegante onde os pacientes, bem como seus acompanhantes, farão suas refeições) foram colocados ? disposição dos usuários do Ambulatório de Transplante Renal e da Hemodiálise, respectivamente, desde a última sexta-feira (07/03).

Muitas autoridades políticas, civis e militares (dentre as quais, o Deputado Federal Milton Casquel Monti; o Prefeito em exercício da nossa progressista Botucatu, Doutor Antonio Luiz Caldas Junior; Doutor Eduardo Zacharias, digno Promotor de Justiça da Infância e Juventude; Professor Beto Colenci, Diretor da FATEC; Edith Ribeiro, Presidente da APAPE; os meus amigos radialistas Ferdinando César Lunardi e Jaime Contessotti Junior, da Rádio Clube; Tenente Coronel PM Jorge Duarte Miguel, Comandante do 12º BPM I; Capitão José Semensati Junior, Comandante da 1ª CIA do 12º BPM I; Doutor Celso Olindo, Delegado da DIG; João Lucheta, Presidente da APTO; José Vitor Celestino, Presidente da ASU; Domingos Chávari Neto, Presidente da Associação dos Sub-Tenentes e Sargentos; Doutor Samir Zacharias, Ex Presidente da OAB – Botucatu; Doutor Luiz Gustavo Modelli de Andrade, Chefe do Ambulatório de Transplante; Doutor André Luiz Balbi, Diretor de Assistência Saúde; o vereador Reinaldinho Moreira Mendonça; Sergio Luiz Bavia, Comandante da Guarda Civil Municipal; inúmeros secretários do Governo do amigo João Cury e um “montão” de colegas do HC e da Famesp) se uniram aos diretores da FAMESP – por sinal, muito bem representados pelo seu Diretor Presidente Professor Pasqual Barretti – e, em mais uma oportunidade, comemoraram a entrega, por parte da Fundação, de outra “baita” estrutura em prol, exclusivamente, dos que se deslocam ao HC na busca de recuperar a saúde.

Tudo aconteceu de maneira maravilhosa! Todas as autoridades chamadas ? frente pelo amigo Vanderlei dos Santos (de novo o âncora da radiofonia botucatuense “fez a diferença”) para deixarem a sua mensagem, fizeram questão de enaltecer a postura da Famesp, não só no quesito gerenciamento, mas, principalmente no comprometimento social demonstrado nas suas áreas de atuação.

Ao final dos discursos, quando do descerramento das respectivas placas, uma singela homenagem acabou sendo prestada a uma figura que, há muitos anos, vem se dedicando incansavelmente para ver a unidade de transplante renal do nosso hospital, crescer, crescer e crescer: a Professora Doutora Maria Fernanda Cordeiro de Carvalho. Foi emocionante demais, até porque, todos sabem da dedicação dessa guerreira.

Como vem acontecendo já há algum tempo, novamente tive a grata satisfação de ouvir dos oradores (todos, amigos inseparáveis e parceiros declarados das ações benevolentes que tento levar adiante em nossa cidade) os mais variados tipos de elogios ? minha atuação como voluntário. Obviamente que todos me comoveram e alegraram a minha alma, porém, posso confessar que senti emoção maior quando fui chamado para dizer algo sobre a entrega desse valioso “espaço”.

Até como forma de gratidão a todas essas pessoas, faço questão de repetir as poucas palavras que consegui ‘soltar’ naquele momento: “… meus amigos, todo dia eu faço um pedido a Deus para que ELE continue ao meu lado, ajudando, protegendo e iluminando o meu ‘caminhar’ e, mais ainda, que continue me proporcionando toda essa facilidade na arte de ‘juntar’ pessoas do bem…”.

Enfim, exatamente como disse no título acima: a FAMESP entrega outra obra importante e necessária aos usuários do HC.

{n}SERESTA EM HOMENAGEM AS MULHERES FOI UM SUCESSO.{/n}

A diretoria da Associação Atlética Ferroviária, através do seu Departamento Social, realizou na noite do último sábado, DIA INTERNACIONAL DA MULHER, uma grandiosa seresta no ginásio do clube, em homenagem ? s musas de todo o mundo.

Perto de 200 casais de seresteiros, por algumas horas se deliciaram ao som da magnífica banda TALISMÃ, contratada para animar a noite. Esses grandes “artistas da voz” da cidade de Campinas agradaram em cheio a todos os dançarinos presentes; foram quatro horas de pista de dança totalmente ocupada.

Todos os integrantes dessa respeitável banda são habilidosos, no entanto, o talento da vocalista Gizele é algo inacreditável. Dona de uma voz maravilhosa, a única mulher “mimosa flor” da banda, simplesmente “arrebentou”. Durante todo o transcorrer da seresta ela “chacoalhou” muitos corações cantando as mais lindas músicas da Jovem Guarda; houve casais que optaram, apenas, por ouvi-la cantar e acredite: a menina esbanjou competência ao cantar uma das músicas mais difíceis de ser interpretada e mais tocada de todos os tempos (Meu Grito, de Agnaldo Timóteo), um sucesso que durou quase quatro anos, na década de 70.

Aliás, naquela mesma noite a ilustre Presidente da República, Senhora Dilma Roussef, em rede nacional, pela primeira vez (em minha opinião), falou a verdade. No seu discurso (pra lá de politiqueiro e entojado demais) falou maravilhas da mulher brasileira. Minha senhora preocupe-se com Cuba, deixa isso pra nós, marmanjos!

Entre outras coisas, a “toda poderosa” do Partido dos Trabalhadores disse que nos dias atuais a mulher vem ocupando espaços preciosos; vem exercendo cargos importantes em todas as esferas; em determinadas situações, “dita a regra” e, por aí vai. Claro que tudo isto é verdadeiro, porém, qual é o segredo de tanta discrepância na hora de reconhecer mulheres talentosas? Por que a senhora não falou desse tipo injustiças cometidas contra as mulheres?

Aliás, só uma pequena (porém verdadeira) comparação. Por que a tal da Vanessa Camargo, por exemplo, ganha fortunas “tentando” dizer que sabe cantar e esse “fenômeno” que veio abrilhantar a festa da mulher botucatuense sequer ganha nas suas lindas apresentações 1% do que gasta a filha do Zezé Di Camargo com o seu “café da manhã”? Coisas desse Brasil Brasileiro!

Parabéns, queridos amigos, diretores (todos, indistintamente) desse clube que não para de crescer, por ofertarem, aos seus associados e convidados, uma noite repleta de alegria e descontração.

Parabéns grande presidente João Francisco Chávari, pela elegância e seriedade com que administra essa valorosa agremiação associativa. Vem aí a inauguração da nova academia do tricolor.

Já que o assunto é entretenimento, aproveito a oportunidade para abraçar um ser especial (também leitor dos meus “causos”) que completou 50 anos de vida, no último dia 7 de março e, que no mesmo dia, em sua coluna semanal “pipocou”, sendo injusto com um dos brasileiros (junto com o Rei Pelé), mais sérios deste país norteado por picaretas da pior espécie, o Rei Roberto Carlos: meu amigo e, porque não dizer, meu eterno representante Antonio Roberto Mauad. Parabéns querido Toni Turquinho.

Pena que na festa de comemoração do seu aniversário, nada de salgadinhos e muito menos “redondinhas”, só foi servido pãozinho amanhecido e água sem gelo. Sem comentários!

Com o mesmo carinho abraço os papais do “porcorense” Mateus (êta menininho esperto!), Jabes Martins dos Santos e a Professora Antonia Aparecida Silveira. Ambos são assíduos leitores dos meus “contos” semanais.

Rubens de Almeida – Alemão
alemao.famesp@gmail.com